Confirmada pena de prisão a ex-professora que matou filho recém-nascido em Vagos

1178
Tribunal de Vagos.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a pena de nove anos e meio de prisão aplicada a uma ex-professora que há quase 11 anos matou um filho recém-nascido numa escola de Vagos.

O STJ negou provimento aos recursos interpostos pela arguida e pelo Ministério Público (MP), que defendiam a aplicação de uma pena única não superior a cinco anos de prisão e suspensa na sua execução.

Continuar a ler artigo da Agência Lusa via CNN Portugal.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.