Condutor transportava quase 5 toneladas e meia de bivalves sem ‘guias’ obrigatórias

1318
Apreensão de bivalves (GNR).
Dreamweb 728×90 – Video I

A GNR anunciou esta tarde a apreensão de mais de cinco toneladas de bivalves subdimensionados e sem rastreabilidade na zona de Estarreja.

Uma ação levada a cabo hoje pela Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro.

“No âmbito de uma ação de fiscalização destinada ao controlo das regras de captura, desembarque, transporte, comercialização e armazenamento de bivalves vivos, os militares da Guarda detetaram um indivíduo de 27 anos que transportava numa viatura 5.430 quilos de amêijoa-japonesa (Ruditapes philippinarum) sem a medida mínima estipulada por lei para serem comercializados e sem a documentação necessária para determinar a sua origem e rastreabilidade, podendo constituir um perigo para a saúde pública”, refere o comunicado da Guarda.

A GNR dá conta da identificação da empresa, “tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação, cujas coimas podem ascender aos 37.500 euros.”

A captura, depósito e expedição deste tipo de bivalves, sem que sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, “pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidas no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem fundamental para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo”, alerta a Guarda.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.