Ciclistas pedem melhorias nas condições de segurança de circulação na cidade de Aveiro

503
Imagem MUBi - Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

No interesse de todos os cidadãos, a MUBi Aveiro recomenda que a autarquia passe a ter, a par de uma estratégia integrada e abrangente para a mobilidade activa e sustentável, uma abordagem sistematizada à redução do risco rodoviário para os utilizadores vulneráveis.

Por MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta *

Na sequência de mais dois atropelamentos na última semana de utilizadores vulneráveis na cidade de Aveiro, desta vez ciclistas, a MUBi Aveiro vem pedir a melhoria das condições de segurança de circulação pedonal e em bicicleta na cidade, em particular nos principais eixos de acesso e nas avenidas mais movimentadas.

São vários os problemas existentes que colocam em risco ciclistas e peões: volume de tráfego excessivo, velocidades excessivas, espaço rodoviário desajustado a meio urbano, vias cicláveis – quando existentes – com planeamento deficiente, estacionamento ilegal.

O perfil de via rápida ao longo de várias das avenidas no centro e o excessivo volume de tráfego automóvel, sobretudo tráfego de atravessamento da cidade que deveria ser dissuadido, são incompatíveis com a sua localização no centro da cidade.

É fundamental baixar as velocidades em meio urbano. Impõe-se que sejam implementadas medidas físicas de redução efectiva de velocidade dos veículos motorizados, especialmente na proximidade de escolas, áreas residenciais e junto a locais de atravessamentos de peões e ciclistas. Para tal existe uma diversidade de possíveis soluções indicadas, tais como sobrelevação das intersecções e piso rugoso, estreitamento das vias, quebras da linha de continuidade do tráfego motorizado, etc., ou mesmo outros elementos que remetam a percepção do espaço para um local mais humano e menos rodoviário, induzindo um maior cuidado dos condutores. É de todo insuficiente apenas a sinalização de limite de velocidade.

É igualmente importante que sejam melhoradas as várias intersecções, tornando os utilizadores vulneráveis mais visíveis, bem posicionados na via e em condições de, atempadamente, poder estabelecer contacto visual perante os condutores motorizados.

Diariamente centenas de automóveis estacionam ilegalmente nas poucas vias cicláveis existentes, nas paragens de autocarro e imediatamente antes de passadeiras ou de cruzamentos. Isto advém em parte do desenho deficiente do espaço público, com dimensões excessivas do espaço rodoviário, e por outro lado da falta de fiscalização efetiva por parte das autoridades competentes, mas também, e em primeira instância, da falta de alternativas viáveis à dependência da utilização do transporte motorizado individual decorrente da ausência de uma política local coerente para a mobilidade sustentável.

No interesse de todos os cidadãos, a MUBi Aveiro recomenda que a autarquia passe a ter, a par de uma estratégia integrada e abrangente para a mobilidade activa e sustentável, uma abordagem sistematizada à redução do risco rodoviário para os utilizadores vulneráveis. Recomendamos que, nesse sentido, o município adopte uma política de Visão Zero. Recomendamos, ainda, que a autarquia com urgência dê a conhecer publicamente o estado de implementação do Plano Municipal de Segurança Rodoviária e os resultados da monitorização das medidas e acções já iniciadas.

Atropelamentos ocorreram no percurso que os ciclistas indicaram ser preferencial para a construção de ciclovia

Em 2017, durante a discussão do PEDUCA, num questionário que recolheu a opinião dos utilizadores de bicicleta sobre os percursos cicláveis que deveriam ser abrangidos pelo programa, a vasta maioria manifestou preferência pelas Av. Dr. Lourenço Peixinho e Av. de Santa Joana. A Câmara Municipal de Aveiro, contra os interesses dos utilizadores e potenciais utilizadores de bicicleta, optou por um percurso exterior ao centro da cidade pouco útil para a maioria dos ciclistas e que a quase totalidade dos ciclistas indicou como sendo a pior solução.

A MUBi Aveiro manifesta, mais uma vez, a sua disponibilidade para discutir os problemas identificados e colaborar na procura das melhores soluções para a sua resolução.

* Secção Local de Aveiro
https://mubi.pt/aveiro
facebook.com/mubiaveiro

Publicidade, Serviços & Donativos