Centro Humanitário de S. João da Madeira quer acolher 25 jovens refugiados

510
Imagem do jornal Labor.
Smartfire 728×90 – 1

O Centro Humanitário de S. João da Madeira será a segunda estrutura da Cruz Vermelha Portuguesa a receber 25 refugiados não acompanhados, com idades até aos 18 anos.

Falamos de adolescentes e jovens “sem família ou que, por alguma razão, ‘se desconetaram’ dos laços que os ligavam à família e com problemáticas relacionadas com ansiedade, stress pós-traumático, algumas adições”, etc., como descreveu Joana Correia.

Continuar a ler artigo do jornal Labor.

Publicidade, Serviços & Donativos