Capitania investiga despejo de lamas e sucata na barra do Porto de Aveiro

5025

A Capitania do Porto de Aveiro vai investigar as circunstâncias de um alegado caso de poluição em plena barra.

O despejo de lamas e sucata, segundo confirmou o Porto de Aveiro, estava a ser feito num trabalho para um estaleiro local, que já recebeu ordem para parar.

A queixa foi encaminhada pela associação Movimento de Amigos da Ria de Aveiro (MARIA), alertada, por sua vez, por pescadores.

Em causa, “toneladas de lamas e sucata de cabos de aço” lançadas à água por um batelão que estará ao serviço dos trabalhos de dragagem.

“Confirmo a recepção de denúncia, ontem ao final da tarde, documentada com registo vídeo”, afirmou o comandante da Capitania.

Ainda segundo Humberto da Silva Rocha, “foi dado início formal a inquérito que segue os seus trâmites na Polícia Marítima”.

A Administração do Porto de Aveiro (APA) adiantou que “mandou suspender” os trabalhos que estavam a ser feitos a pedido da Navalria, remetendo outras informações para o início da próxima semana.

A associação MARIA lembrou, em comunicado, que estes tipo de atos de poluição são “prejudiciais para o ambiente, a navegação e para a pesca no interior da laguna”.

Artigo relacionado

Batelão lança ao mar na Barra de Aveiro sucata e toneladas de lamas dragadas

Publicidade, Serviços & Donativos