Capacete em cortiça de Gabriel Serra volta a ser premiado

1087
Gabriel Serra, criador do capacete 'Flattie'.
Dreamweb 728×90 – Video I

‘Flattie’, um protótipo de capacete criado por Gabriel Serra, designer industrial e estudante de doutoramento em Engenharia Mecânica na Universidade de Aveiro, voltou a ser premiado, desta vez na primeira edição do James Dyson Award em Portugal.

“O projeto vencedor pretende tornar o transporte de um capacete mais fácil e conveniente a par de contribuir para a economia circular, ao ser constituído por partes desmontáveis que podem ser recicladas ou reaproveitadas”, refere um comunicado.

O capacete dobrável com um forro de cortiça aglomerada tem um revestimento de poliuretano termoplástico (TPU) e as cavidades contêm fluído espessante de cisalhamento (STF), “materiais que proporcionam uma proteção robusta contra impactos, mantendo a flexibilidade.” Quando dobrado completamente, fica com uma dimensão semelhante a um computador portátil.

O criador do ‘Flattie’ teve “como principal objetivo a promoção da utilização do capacete numa altura em que a micromobilidade urbana é uma tendência em crescimento”, levando em conta, também, o aumento número de acidentes e ferimentos no uso de bicicletas, trotinetas e skates, que quase triplicaram. Em 2022, o INEM registou 6,280 feridos (3,251 em 2021).

“O vencedor português vê no James Dyson Award a oportunidade de operacionalizar o projeto e concretizar o seu sonho de o colocar no mercado”, lê-se no comunicado. O prémio é de 5,700€ que ajudará na próxima fase do projeto, dedicada ao “aperfeiçoamento do produto, em termos de design e testes com utilizadores.”

A lista dos 20 melhores projetos a nível internacional será anunciada a 18 de outubro, e os vencedores internacionais a 15 de novembro.

Discurso direto

“O processo de design foi muito desafiante, uma vez que a ideia era não só reduzir o atrito na adoção de capacetes pelos utilizadores de micromobilidade, mas também inovar em termos de sustentabilidade, criando um capacete com uma menor pegada de carbono e totalmente circular. Este material amigo do ambiente não só aumenta a segurança ao resistir a múltiplos impactos sem perder as suas capacidades de proteção como se torna sustentável pelo facto do material resistente permitir um uso mais prolongado do produto. Vencer o James Dyson Award, com o seu prestígio, é uma grande honra, e acredito que pode ser o apoio que o projeto precisa para dar um próximo passo” – Gabriel Serra.

Artigo relacionado

Capacete desenvolvido por aluno da UA vence Bike Call

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.