Câmara de Aveiro estuda nova funcionalidade para antigo Centro de Saúde Mental

1038
Antigo centro de saúde mental, São Bernardo, Aveiro.

O futuro do terreno e edifício do ex-Centro de Saúde Mental de São Bernardo, em Aveiro, está ainda à espera de uma palavra do Governo, mas a Câmara prepara uma nova vida do espaço.

Presidente da autarquia e autarcas da freguesia estiveram no local onde “a resolução de um velho problema do edifício, que é propriedade do Ministério das Finanças, gestor do Património do Estado pela ação da Direção Geral do Tesouro e Finanças (DGTF)”, motivou um ponto de situação.

A Câmara continua a assumir a gestão da infraestrutura abandonada, “estando a desenvolver estudos visando uma intervenção de qualificação e nova função do edificado existente, assim como a urbanização do terreno restante”, informou em nota de imprensa o líder da edilidade, Ribau Esteves, deslocou-se a São Bernardo para prosseguir um périplo pelo concelho.

Um dos outros pontos de passagem foi o pavilhão de São Bernardo, futuramente propriedade municipal, que está a sofrer melhoramentos orçados em 445.400 euros ainda a cargo do Banco Montepio Geral, que irá trocar o recinto por uma parcela de terreno negociada com a Câmara no Plano de Pormenor do Centro avaliado em 1 milhão de euros.

Ainda na Aldeia Desportiva, foi revisto o projeto para requalificar toda a zona envolvente ao pavilhão, com a recuperação de zonas pedonais, a reorganização do estacionamento e das áreas dedicadas ao lazer e à recriação nos espaços verdes.

“O projeto de reformulação da zona do Parque de São Bernardo e da Alameda Padre José Félix de Almeida, a ser construída entre a Igreja Paroquial e as traseiras da sede da Junta de Freguesia conheceu também avanços, que foram dados a conhecer nesta visita”, refere a Câmara.

No que respeita ao Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências com a Junta de Freguesia de São Bernardo, está previsto a construção do novo parque canino de São Bernardo (22.000 euros) e aquisição e instalação de baloiços no Parque de São Bernardo e instalação de rede no Parque do Alto da Urbe (8.500 euros).

“Está também em curso o projeto para resolução do complexo cruzamento da Cruz Alta, no entroncamento da Rua Cónego Maio com a Rua da Cabreia, a Rua do Marco e a Rua Cega, que tem como finalidade aumentar a segurança da circulação rodoviária e proceder à qualificação urbana desta zona central”, acrescenta a Câmara.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.