Bosch registou em 2022 “crescimento sustentado em Portugal”

1747
Fábrica da Bosch, Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Bosch, que se assume como “fornecedora líder global de tecnologia e serviços”, terminou 2022 com vendas totais em Portugal no valor de mais de 2 mil milhões de euros, um crescimento de cerca de 17% em relação ao ano anterior (vendas consolidadas de 364 milhões de euros, 5,5% acima do nível de 2021).

“2022 foi um ano muito positivo para a Bosch em Portugal. Superámos pela primeira vez os 2 mil milhões de euros em faturação, com todas as localizações em Portugal a evoluírem positivamente e a contribuir para a consolidação dos nossos negócios, reforçando Portugal como um dos principais países na Europa para o Grupo Bosch”, afirma Javier González Pareja, presidente do Grupo Bosch em Portugal e Espanha, citado numa nota de imprensa.

A Bosch diz que “mantém desta forma a sua posição como um dos maiores empregadores e exportadores no país, com um nível de exportação superior a 97%, com mais de 50 países em todo o mundo a importar soluções produzidas em Aveiro, Braga e Ovar, e serviços prestados desde Lisboa para o mundo”. Os números representam 1,7% do total de exportações do país, o que se reflete no impacto de quase 1% do PIB de Portugal (0,87%).

A 31 de dezembro de 2022, a empresa contava com mais de 6.500 colaboradores no país.

Discurso direto

“Temos assistido a um crescimento sustentado em Portugal. Há cinco anos estávamos nos 1,5 mil milhões de euros de faturação, e este ano registamos o melhor resultado de sempre. Este crescimento geral só é possível graças à dedicação e ao profissionalismo dos nossos colaboradores. Prevemos continuar a crescer e a recrutar de forma transversal nas nossas localizações, e a reforçar o papel da Bosch como dinamizadora da economia nacional e da criação de valor e emprego no país” – Carlos Ribas, responsável da Bosch em Portugal e Administrador Técnico da Bosch em Braga.

Ano de crescimento e perspetivas para 2023 em Aveiro e Ovar

A área de negócios de Energia e Tecnologia de Edifícios teve um desenvolvimento muito positivo no ano passado, com as unidades de Aveiro e Ovar a registarem resultados superiores relativamente a 2021, registando-se um crescimento de cerca de 13% por cento nesta área de negócios. Em Ovar, a aposta para 2023 passa por continuar a apostar na diversificação do portfólio de produtos, o que levará à expansão das instalações em mais 1.800m2 dedicados a operações. A estratégia da unidade de Aveiro passa fortemente pela aposta e pelo investimento na produção e I&D de bombas de calor, investimentos esses que se vão também refletir contínuo recrutamento tanto para as áreas de produção, como para o centro de engenharia, onde a Bosch desenvolve soluções de termotecnologia e software para plataformas web e mobile para diversas áreas de negócio da Bosch a nível mundial.

Comunicado completo da Bosch Portugal.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780