Boas práticas de voluntariado jovem valem prémio à Associação Cabeço Santo

632
Estação Biológica do Cabeço Santo.
Comercio 780

A Associação Cabeço Santo, com sede no lugar do Feridouro, em Belazaima do Chão, concelho de Águeda, venceu o primeiro ‘Prémio de Boas Práticas de Voluntariado Jovem 2023 na Região Centro – entidades privadas, com o projeto ‘Guardiões do Cabeço Santo’.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A atividade premiada esteve inserida no programa ‘Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas’. Nos agradecimentos após a atribuição do prémio, a Associação Cabeço Santo fez menção à delegação regional do Centro do Instituto Português do Desporto e Juventude pelo apoio dado, salientado, ainda, o trabalho de Sofia Gorgulho enquanto coordenadora do projeto ‘Guardiões do Cabeço Santo’ e da sua equipa, bem como o apoio da União de Freguesias de Belazaima do Chão, Castanheira do Vouga e Agadão e, especialmente, o envolvimento “de todos os fantásticos voluntários que trabalharam e ajudaram ao grande sucesso desta iniciativa.”

O projeto ‘Guardiões da Natureza’ terminou no início de novembro último a sua edição de 2023, estando a ser preparada uma nova candidatura para “dar seguimento ao trabalho de controlo e remoção das espécies exóticas oportunistas, gerir os trilhos pedestres, cuidar das árvores plantadas e fazer sementeiras”.

A “nova etapa” deverá contar com voluntariado europeu, através do Corpo Europeu de Solidariedade, esperando-se acolher em Águeda quatro voluntários europeus já no início de 2024.

O Cabeço Santo estará envolvido, ainda, em outras atividades, nomeadamente um projeto com o apoio do programa comunitário ‘Erasmus+’, para dinamizar um campo de trabalho/formação para voluntários portugueses e estrangeiros,

Contributos “para promover a biodiversidade, conhecer um ecossistema em regeneração, estar perto de um lugar tranquilo e com muita natureza”.

Discurso direto

“Este é um marco histórico para a Associação Cabeço Santo de reconhecimento das nossas boas práticas e trabalho genuíno e concreto de voluntariado, já com 17 anos em que estamos a trabalhar na recuperação ecológica e da paisagem aqui em Belazaima do Chão, Águeda. Mas, foi também a oportunidade de aproximar jovens dos 15 aos 30 na sua maioria de Águeda e Aveiro que vieram com muita energia, dedicação, vontade de agir e aprender rodeados pela Natureza” – Jorge Morais, presidente da Direção da Associação Cabeço Santo.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.