Beira-Mar reencontra Vista Alegre em recuperação

992
Cajó, treinador do Beira-Mar.

O Beira-Mar desloca-se este domingo (15:00) à Vista Alegre, a contar para a 20ª jornada do principal campeonato distrital de futebol, em busca da segunda vitória consecutiva.

A equipa aveirense não contará com o treinador Cajó no banco, por cumprir castigo, devido a expulsão na receção ao Pampilhosa.

Após a vitória frente aos ‘ferroviários’ (2-1), os aurinegros seguem na liderança, com 48 pontos, tendo visto o Bustelo (44 pontos) aproximar-se depois da vitória na secretaria no jogo com o Pampilhosa.

Beira-Mar e Vista Alegre defrontaram-se a 24 de janeiro em partida de acerto de calendário da primeira volta, que terminou com a vitória dos primeiros por 2-0.

Já a equipa que ostenta a mítica marca de porcelana está a atravessar a sua melhor fase da época, com duas vitórias consecutivas – em casa com o Paivense (1-0) e no reduto do Mourisquense (1-3) -, tendo somado pontos importantes na fuga à despromoção. Nesta altura é penúltimo, com 14 pontos, a um do Macieirense.

A formação de Aveiro está à espera de dificuldades. “A única derrota do Vista Alegre foi conosco, em casa com o treinador Rui Valente ainda não perderam. Nesta alturas as equipas já se conhecem, vamos ter de procurar mais caminhos para a vitória e continuar a nossa caminhada no topo da classificação. Temos de dar uma prova que merecemos está na frente”, referiu Cajó na habitual antevisão partilhada pelo Beira-Mar.

O técnico elogiou o empenho dos seus jogadores no difícil embate com o Pampilhosa, em que foi necessário correr atrás do prejuizo. “O grupo deu prova da sua força e alma, mais uma vez. Um esforço que traduziu-se em vitória, com muitas adversidades e condicionantes, dentro e fora do campo. A sorte também esteve aliada, porque fizemos tudo até ao último minuto. Com mérito e justiça”, concluiu.