Beira-Mar: “Fomos pragmáticos e objetivos, sabíamos o que tínhamos de fazer” – Miguel Valença

836
Miguel Valença (ao centro), treinador do SC Beira-Mar (Foto divulgada pelo Facebook do SCBM).

O Beira-Mar alcançou em Oliveira do Douro uma vitória reconfortante (1-3), com o ponta de lança Marcelo Santiago a fazer um ‘bis que pode ser motivador para os próximos jogos.

Miguel Valença tiva avisado a sua equipa para “a luta e a entrega” que o adversário habitualmente evidencia nos seus jogos. “Aí mostrámos que somos um verdadeiro grupo de trabalho, guerreiros”, disse o treinador aveirense no rescaldo do duelo feito através da Rádio Terranova.

Artigo relacionado

Futebol / CdP: Beira-Mar conquista vitória ‘segura’ frente ao Oliveira do Douro (1-3)

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

“A vitória não pode ser contestada, entregámos ao jogo o que era necessário. Depois, tivemos as melhores oportunidades. Três golos e mais três ou quatro situações com cruzamentos que não conseguimos, o Diego Tavares finta o guarda-redes e este ainda faz uma boa defesa, o cabeceamento do Cícero, o remate do Tiago Melo… Fomos pragmáticas e objetivos, sabíamos o que tínhamos de fazer”, afirmou o técnico, destacando, ainda, a organização mantida pela sua equipa, com uma falha apenas no lance que deu o golo solitário da formação da casa.

Marcelo Santiago (foto partilhada pelo Sport CLube Beira-Mar).

Com a vantagem de três golos, a equipa ficou em condições de gerir o resultado e consumar o objetivo traçado. “Tivemos qualidade com bola em muitos momentos, como tivemos capacidade defensiva e entreajuda. Num campo como este, exigia-se isso”, destacou, ainda, Miguel Valença que não hesitou em lançar David Martins na ponta final da partida como terceiro central, estreando-se oficialmente.

Discurso direto

“Entrámos bem. Não podíamos ter sofrido aquele primeiro golo, um jogador sozinho. Depois reagimos, empatámos. Sofremos o segundo golo, também num descuido defensivo. Na segunda parte, entrámos mais fortes, quando procurávamos o 2-2, sofremos o terceiro numa infelicidade mais de um nosso jogador. Animicamente, fez-se sentir na nossa equipa. O Beira-Mar foi mais eficaz. Mas tivemos uma atitude boa, digna. Resta-nos continuar para tentar inverter este resultado” – Abílio Novais (treinador do Oliveira do Douro).

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.