BE propõe acolhimento de refugiados da Ucrânia

1037
Refugiados ucranianos a caminho da Polónia (AP Photo/Petr David Josek)

O Bloco de Esquerda está solidário com todo o povo Ucraniano e com a diáspora Ucraniana residente em Portugal e Aveiro. O partido considera que agora é necessário proteger o povo ucraniano, acolhendo refugiados e apoiando todas as pessoas que fogem da guerra.

O Bloco vai apresentar duas propostas na Assembleia Municipal de Aveiro. Uma visando a declaração de Aveiro como município de acolhimento de refugiados. A outra visando a criação de um fundo de apoio à inclusão aos refugiados, de bolsas de estudos ou apoios sociais para futuros estudantes refugiados, de um gabinete de acompanhamento e aconselhamento para a validação de competências junto de outras instituições e de mecanismos e apoios financeiros de acesso ao ensino primário e básico, nomeadamente a creches. Visando ainda preparar a comunidade escolar para a criação de um ambiente acolhedor para as crianças e suas famílias, através de iniciativas culturais e pedagógicas de valorização da diversidade cultural. Por fim, quer também articular, de forma duradoura, as respostas na área da habitação, saúde, educação com a inserção profissional dos refugiados.

Ambas as propostas foram já apresentadas em 2015, acabando por ser chumbadas pela direita. O Bloco considera que a invasão da Ucrânia volta a colocar a atualidade, necessidade e urgência das propostas.

O Bloco condena a invasão da Ucrânia. Condena ainda as tentativas de Putin de desestabilizar as democracias europeias sendo o maior financiador da extrema-direita europeia e assumindo papel de liderança nesse campo político. Condena ainda as sucessivas violações dos direitos humanos por parte do governo russo.

O Bloco defende o fim imediato da guerra e o diálogo no quadro das Nações Unidas e recusa a escalada da guerra. O Bloco entende que o reforço das forças da Nato é um erro que vai provocar a escalada do conflito. O partido defende sanções efetivas aos oligarcas russos, com congelamento dos seus bens, com a retirada do país do sistema de pagamentos SWIFT e o fim dos vistos gold. O Bloco lamenta que a União Europeia e o governo português se recusem a implementar estas medidas.

Bloco de Esquerda – Aveiro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.