BE promete “fazer a diferença” na Câmara de Aveiro e não poupa Ribau nem o PS

419
Comício do BE em Aveiro (Foto Esquerda.pt).

“O Bloco de Esquerda fará a diferença” na Câmara de Aveiro, “com propostas concretas e soluções” para os problemas do concelho e da sua população. Compromisso reafirmado por Nelson Peralta no comício eleitoral realizado esta sexta-feira, na Praça da República, em que contou com a presença de Catarina Martins, coordenadora nacional do partido.

O cabeça-de-lista procura, à terceira tentativa, chegar à vereação, mostrando-se confiante, desta vez, em ter os votos suficientes. “Estamos muito perto, aqui estamos às portas, dia 26 lá estaremos”, disse, insistindo que, “na hora da mudança, o Bloco será decisivo para derrotar esta política e dar um novo futuro em Aveiro”. O partido tem feito “crítica, muito aguerrida ao presidente, às suas políticas erradas”, denunciando ainda Ribau Esteves por “usar o cargo para fazer campanha em inaugurações que são de todos”.

Um eleito bloquista “não só rompe qualquer maioria absoluta como será o vereador que levará políticas diferentes”, insistiu Nelson Peralta, que voltou a apontar ‘baterias’, também, aos socialistas locais, que concorrem coligados com o PAN, por “a poucos dias” do ato eleitoral não terem apresentado programa e sobre habitação apenas defenderem uma Estratégia Local. No resto, o PS, acusou Nelson Peralta, “esteve ao lado da venda de terrenos para habitação de luxo e votou ao lado da direita para não concorrer ao programa ‘1º Direito”, quando existem 227 pessoas a viverem em habitação sem condições no concelho, ou apoiou a “borla fiscal” de 200 mil euros ao empreendimento habitacional de Aradas a custos controlados.

Ribau Esteves, por sua vez, é acusado de preterir o investimento público e a habitação para “apostar tudo no turismo” e não fazer obra no edificado, o que contribui para “o aumento do custo de vida”, deixando como “legado” um preço de habitação “incomportável” para a maioria das pessoas, que sobe mesmo com aumento da oferta de alojamento, assim como “impostos no máximo, que subiram para o dobro, e serviços públicos no mínimo”.

Discurso direto

“Somos dos que mais vai sofrer com alterações climáticas, queremos que Aveiro seja uma das primeiras cidades com neutralidade climática, em 2030, é preferível do que enterrar carros no Rossio e uma mega concessão milionária” – Nelson Peralta.

“O poder local não só pode ser a arrogância, tem de ser proximidade, cuidado, democracia transparência. Temos de fazer toda a diferença. Ribau Esteves é um ótimo facilitador de alguns negócios, mas tem sido péssimo a ouvir a população, a responder às necessidades de quem vive e trabalha. É altura de políticas novas, não podemos suportar mais política velha. A maior crise dos concelhos é a sua enorme desigualdade, em Aveiro cava fundo para as freguesias mais distantes do centro, este País desigual também se cuida nas autarquias” – Catarina Martins.

Artigo relacionado

Bloco diz que PRR prevê menos casas do que as prometidas pelo Governo em 2017

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.