Aveiro: Software vai tornar mais eficaz a recolha de biorresíduos

440
Aveiro Steam City.
Dreamweb 728×90 – Video I

A ‘Smart Biowaste’ é uma das soluções premiadas pelo ‘Aveiro Urban Challenges’ para “otimizar as necessidades do município a nível ambiental”.

O desafio foi lançado pela Veolia, entidade parceira da iniciativa dinamizada no âmbito do projeto ‘Aveiro Tech City’, que faz parte do programa ‘Aveiro STEAM City’.

Segundo uma nota informativa, “o desenvolvimento” da tecnologia proposta “tornará o processo de recolha de biorresíduos (restos alimentares e resíduos de jardim) mais eficaz”.

Trata-se de um software idealizado pela ‘start-up’ 2BConnect capaz de “monitorizar a capacidade dos contentores e gerir os seus circuitos de recolha, ao mesmo tempo que incentivará os utentes a melhorar a sua performance ao nível da separação dos biorresíduos.”

Das 39 candidaturas recebidas, o júri pré-selecionou 15 entidades que tiveram a oportunidade de apresentar a sua solução para um dos cinco desafios definidos, em colaboração com os parceiros ‘Aveiro Tech City’.

Cinco start-up’s foram premiadas por soluções que apresentaram na área do ambiente, mobilidade e energia.

A 2BConnect receberá 20.000 euros para o desenvolvimento da ideia até outubro deste ano. Nas próximas semanas, os finalistas vão iniciar o desenvolvimento dos respetivos projetos, recebendo mentoria dos nossos parceiros,

» Projetado para ser usado por entidades de recolha de biorresíduos, esta plataforma permitirá interagir com todos os elementos operacionais do processo de recolha e planeamento preditivo, assim como, vai permitir fazer o registo do inventário e operação dos contentores, tendo em conta o planeamento inteligente de circuitos de recolha através da monitorização dos níveis de volume dos mesmos. A plataforma pretende ainda informar e responsabilizar os utentes a melhorar a separação de biorresíduos através de incentivos, materializados em ofertas de serviços e/ou equipamentos patrocinados, que contribuirão para uma maior valorização da atividade de recolha dos biorresíduos.

O projeto Aveiro STEAM City é cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Regional – FEDER, através do programa Urban Innovative Actions. O seu investimento global é de 6.115.915€ com o apoio FEDER 4.892.732€.

Artigo relacionado

Tecnologia de ‘realidade aumentada’ pode ajudar na manutenção da rede de água