Aveiro: PS propôs medidas excecionais para orientar melhor trânsito e peões nas épocas ‘altas’

1089
Canal Central, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O PS defendeu medidas excecionais para orientar o trânsito no centro da cidade em períodos de maior presença de turistas, como acontece no Verão.

Manuel Oliveira de Sousa, vereador socialista, levou a proposta ao executivo durante a reunião pública, esta quarta-feira à tarde.

“É notório que, em vários momentos, assistimos ao excesso de turistas e tráfego, que conflituam na praça Humberto Delgado e pontes”, constatou o eleito socialista.

No entendimento do PS, torna-se necessário a Câmara intervir. Por isso, foi deixada a “sugestão”, de, “tanto quanto necessário” na zona central “criar um plano excecional de mobilidade e circulação”.

Os socialistas consideram necessário ter em conta, para tal, alguns critérios nas ações a desenvolver. Antes de mais, atender “aos períodos de maior procura” como o Verão, festas de Natal / São Gonçalinho e Páscoa, em que “é necessário aumentar” o espaço público para fruição e fluidez das pessoas na zona pedonal, “em particular”.

O que poderia passar por “condicionar a hora e tipologias do mobilidade” que podem circular, com apoio de estruturas amoviveis e ajuda da Polícia Municipal.

A medida deveria abranger zonas como “grande parte ascendente” da Avenida Lourenço Peixinho, a Rua dos Galitos e a Rua João Mendonça,

“Todos nós já constatámos a muita procura, temos de dar o melhor acolhimento a quem nos procura”, defendeu Manuel Oliveira de Sousa.

Jorge Ratola, vice presidente da Câmara, que presidiu ao trabalhos da sessão pública, aceitou o contributo do PS, mas garantiu que a maioria está atenta e tem procurado resolver os problemas referidos.

Existe uma “monitorização de todos os fluxos” de trânsito na cidade, “pelas obras” e outras “intervenções programadas” que vão decorrando as ruas do centro.

“Temos isto bem identificado”, garantiu o autarca, lembrando que a dificuldade de circulação resultará “ muitas vezes” do estacionamento, criando uma “vulnerabilidade grande”.

Além disso, existem intervenções nas ruas próximas que afetam as zonas mais problemáticas. “Não podemos tomar medidas óbvias aos olhos de todos por isso. É mais um contributo, a analisar, com o que estamos a fazer”, referiu Jorge Ratola ao comentar a proposta do PS que apenas foi alvo de breve discussão.

O vice-presidente recordou, a terminar, que a Câmara já tem condicionado o trânsito durante as festas do São Gonçalinho com o fecho da rua João Mendonça. “Seguramente vamos tomar as melhores decisões a cada momento”, assegurou a finalizar.

Ribau Esteves ‘de baixa’

O presidente da Câmara está de baixa médica por razões de saúde. Segundo o vice Jorge Ratola, o edil sofreu “um pequeno acidente” e fraturou duas costelas que o obrigam a repouso.

Publicidade, Serviços & Donativos