Aveiro: Obras em Azurva, São Bernardo, Mercado de Santiago e Teatro Aveirense

1356
Paços de Concelho, Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

A Câmara de Aveiro vai lançar o concurso público para a requalificação urbana da zona habitacional de Montes de Azurva, freguesia de Eixo/Eirol. O valor base é de 476.243 (+IVA). A aprovação final faz parte da ordem de trabalhos da reunião de executivo desta quinta-feira.

“A empreitada pretende solucionar problemas relacionados com o redimensionamento de passeios, promovendo as acessibilidades e tornando estes mais úteis na sua largura, ao mesmo tempo que vai reorganizar os estacionamentos, sinalização horizontal e vertical e a construção de novos espaços verdes, com a introdução de novas árvores e implantação de mobiliário urbano, sobretudo bancos e papeleiras”, refere a autarquia.

O projeto prevê, também, o tratamento de alguns arruamentos e estacionamentos circundantes à urbanização e ainda a arborização da envolvente do parque infantil de Azurva, que se encontra localizado a poente da intervenção.

Pretende-se ainda “reconstruir o parque verde existente nas traseiras dos prédios, na parte sul da urbanização, implementando profunda qualificação do espaço, com instalação de equipamentos para atividades de lazer e recreativas, reconstrução dos acessos pedonais e instalação de novas zonas de estar e de lazer.”

Uma “obra importante pensada não só em termos rodoviários e de melhoramento do espaço público, mas também para a capacitação das zonas habitacionais com espaços verdes de qualidade”, refere a Câmara.

Para concurso público segue, igualmente, a obra de reperfilamento da Travessa Nossa Senhora da Saúde, em São Bernardo (56.284 euros de valor base, acrescido de IVA). Serão construídos, ainda, passeios para peões, marcação de estacionamentos e plantação de árvores ao longo da via.

Projetos para requalificar o Mercado de Santiago e arranjos no Teatro Aveirense

Esta quarta-feira, a edilidade dá conta também da abertura de um procedimento de consulta prévia para a prestação de serviços de elaboração do projeto de execução para a reabilitação do Mercado de Santiago, pelo valor base de 64.000 (+ IVA).

Uma intervenção que “faz parte da estratégia e opção política de valorização dos Mercados Municipais face à degradação e desadequação da infraestrutura aos usos existentes”.

A reabilitação do edifício de três pisos, em que a cave funciona como estacionamento, o rés-do-chão como venda de frescos em bancas e o primeiro piso tem lojas tem uma estimativa de custo de 1,6 milhões de euros.

Avançou também o procedimento por consulta prévia para elaboração do projeto de execução das obras de renovação do Teatro Aveirense, orçado em 73.000 (+IVA).

A Câmara diz que é necessário executar “algumas intervenções no edifício, face à utilização intensiva e à ausência de ações de manutenção e de renovação desde a última grande intervenção de reabilitação, em 2003.”

A área de intervenção é todo o edifício, e constará duma revisão geral do estado de conservação, aos elementos construtivos, às redes de infraestruturas, a todos os equipamentos mecânicos e à sua organização funcional.

Publicidade, Serviços & Donativos