Aveiro formaliza saída do PAM e recupera plena autonomia de gestão municipal

1152
Antiga Fábrica Jerónimo Pereira Campos (Foto da Câmara de Aveiro).

A Câmara de Aveiro agendou para a tarde de hoje a assinatura da cessação do Programa de Ajustamento Municipal (PAM) numa sessão com a presença do diretor do Fundo de Apoio Municipal (FAM), Miguel Almeida, no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro, onde está a decorrer este fim-de-semana o XXV congresso da Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP).

Aveiro “irá tornar-se assim no primeiro município do País a terminar o seu PAM com sucesso, reassumindo a sua plena gestão autónoma, perdida há muitos anos”, refere uma nota de imprensa.

O PAM permitiu restruturar o serviço da dívida, mediante um empréstimo do FAM indispensável para atingir o reequilíbrio financeiro.

Artigos relacionados

Aveiro: Pedido de cessação do Programa de Ajustamento Municipal (PAM)

Aveiro: FAM aprova fim do Programa de Ajustamento Municipal

Discurso direto

“Isto fez muito bem às pessoas. Tínhamos 1200 empresas, cidadãos, associações e Juntas de Freguesia a quem deviamos 150 milhões de euros, algumas há 20 anos. Deu muito jeito a essa gente termos pago, foi dinheiro para as pessoas, empresas, associações, Juntas. O dinheiro dos impostos que tivemos de aumentar ao máximo foi fundamental para resolver o problema e para fazer coisas para as pessoas. Temos um resultado muito feliz. Podíamos ter saído antes ? Fazíamos menos obra, não era o melhor caminho para fazer bem às pessoas. Os cidadãos também acham que correu bem como deixaram claro nas eleições autárquicas” – Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.