Aveiro: Câmara prepara recolha seletiva de biorresíduos

1161
Bioresíduos.

De 5 a 9 de dezembro, mais de uma centena de estabelecimentos pertencentes ao canal HORECA (hotelaria, restauração e cantinas de estabelecimentos de ensino, IPSS, etc.) vão participar numa auscultação que visa preparar o arranque da recolha seletiva porta-a-porta de biorresíduos no Município de Aveiro.

A auscultação, que será feita presencialmente por técnicos da Veolia, parceiro da Câmara Municipal de Aveiro (CMA) para a gestão de resíduos urbanos, tem por principal objetivo recolher informação técnica e operacional importante para a logística associada ao novo circuito de recolha.

“Pretende-se que o circuito a implementar vá ao encontro das reais necessidades e das dinâmicas próprias dos estabelecimentos abrangidos. Só assim será possível termos sucesso nesta operação que é nova para todos e exige grande vontade e capacidade de adaptação em prol de um Município mais limpo e que aposta na valorização dos seus resíduos”, afirma o Presidente da CMA, Ribau Esteves, acrescentando que “nestas visitas, os técnicos participantes estarão também disponíveis para esclarecer dúvidas e questões, pelo que é também um momento importante de sensibilização e envolvimento de todos”.

A recolha seletiva de biorresíduos porta-a-porta no canal HORECA no Município de Aveiro, que se prevê iniciar já no 1.º trimestre de 2023, visa dar cumprimento ao estabelecido no Regulamento Municipal de Resíduos Urbanos e Limpeza Pública e no Regime Geral de Gestão de Resíduos (RGGR) no que diz respeito à obrigatoriedade dos restos alimentares serem separados e recolhidos num circuito próprio, de forma a não serem misturados com os outros resíduos.

De acordo com o Estudo Intermunicipal para o Desenvolvimento de Sistemas de Recolha de Biorresíduos para os Municípios da Região de Aveiro, 33% do lixo indiferenciado corresponde aos biorresíduos. No caso do canal HORECA, cuja produção de resíduos é sobretudo orientada para a confeção de alimentos, esta percentagem deverá ser significativamente maior.

Em Aveiro, passando a ser recolhidos seletivamente porta-a-porta, estes biorresíduos passarão a ter um tratamento específico, que permitirá a sua valorização energética e também a sua transformação em fertilizante natural.

A recolha abrangerá estabelecimentos de restauração, hotelaria, estabelecimentos de ensino, IPSS, etc, que produzam menos de 1100 litros de resíduos urbanos por dia, localizados nas seguintes freguesias: Glória e Vera Cruz, Esgueira, Aradas, São Bernardo, Cacia, Santa Joana, Oliveirinha, Eixo e Eirol; Requeixo, N. Sra. de Fátima e Nariz.

A Recolha Seletiva porta-a-porta de biorresíduos no canal HORECA da Câmara Municipal de Aveiro é uma operação financiada pelo POSEUR, que inclui as seguintes ações: aquisição de uma viatura de recolha de biorresíduos movida a gás natural comprimido (com menos emissões de CO2), aquisição de 420 contentores de 120 litros para a deposição de biorresíduos e implementação de solução de gestão operacional para uma viatura de recolha de biorresíduos com sistema PAYT por volume de RFID UHF.

Câmara de Aveiro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.