Aveiro assume liderança entre as cidades candidatas a Capital Europeia da Cultura de 2027

1654
Aveiro - candidatura a Capital Europeia da Cultura.

“Um momento muito importante”. Aveiro tornou-se a primeira das cidades portuguesas que manifestaram interesse em ser Capital Europeia da Cultura em 2027 “a formal e publicamente” assumir a candidatura, o que aconteceu durante um evento que teve lugar este sábado à noite na unidade militar do Regimento de Infantaria 10, em São Jacinto.

Segundo concretizou o presidente da Câmara pouco antes da apresentação, a proposta de Aveiro tem “quatro pilares fundamentais”: desde logo, “obviamente, o pilar cultura, o que somos como identidade cultural, como história e património, mas também como terra de ‘Arte Nova’ e ‘novas artes’, de que somos herdeiros e gestores”; o “pilar natureza”, que passa pelos “contributos de cultura e cidadania para o bom cuidado do planeta”; o terceiro “pilar importantíssimo da tecnologia”, que é “um desafio permanente nas novas formas de arte e cultura”, sendo que “Aveiro tem particulares responsabilidades, pelo ‘ecossistema’ da universidade e empresas, que fazem a diferença” e, por último, “o pilar chave”, que é “a alma aveirense”.

Uma candidatura assumidamente para “mudar tudo que faz sentido para valorizar a cultura e promover a Europa e trazer a Europa para dentro de nós, para sermos, por essa via, mais fortes na dimensão cultural, cívica e do desenvolvimento”.

A escolha de São Jacinto, a freguesia mais pequena, que está separada pela ria de Aveiro, serviu para, justamente, “deixar clara a mudança de tornar a periferia central, numa candidatura de toda a gente”.

Carrega ainda o simbolismo de ali estar localizada uma unidade militar centenária, criada pela França para uma base de hidro aviões. “100 anos depois é nossa convição que a Europa se defende e promove pela Cultura”, enfatizou Ribau Esteves.

Por uma “questão de estratégia”, o município local manterá ainda reserva sobre os seus trunfos, nomeadamente os principais eventos, “num processo que também capacita a rede cultural e a tornará mais forte” na candidatura a que a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) decidiu também aderir.

A apresentação contou com declarações de apoio feitas por diversos figuras. Henk van Twillert, saxofonista holandês, presença assídua em Aveiro, onde mantém residência, protogonizou um momento musical.

A cidade escolhida será conhecida em 2024.

Além de Aveiro, sabe-se do interesse de surgirem outras candidaturas, nomeadamente Braga, Caldas Coimbra, Évora, Faro, Guarda ou Leiria.

Filme promocional

(em atualização)

Publicidade, Serviços & Donativos