Aveiro: Arrancou a requalificação urbana da Avenida Dr. Lourenço Peixinho

3001
Avenida Lourenço Peixinho, Aveiro.

Teve início a obra de requalificação urbana da Avenida Dr. Lourenço Peixinho, um investimento da Câmara Municipal de Aveiro (CMA) de 4.207.972,41€, que está a ser executado pela empresa Manuel Francisco de Almeida, S.A., e com um prazo de execução de 16 meses.

Tal como anunciado, partilhamos em anexo o cronograma da empreitada, acompanhado de uma explicação sobre a metodologia de execução da obra.
Nesta primeira fase, a qualificação da Avenida irá desenvolver-se na sua zona mais a poente, entre a Praça General Humberto Delgado / “Pontes” e o edifício do antigo Banco de Portugal (Zona 1), e na zona mais a nascente, junto à Estação da CP (Zona 8).

A restante área da Avenida vai ser dividida em seis partes, com execução da obra de forma progressiva nas três partes do lado direito de quem sobe a Avenida, seguindo depois e de forma progressiva para o lado esquerdo da mesma, também no sentido ascendente. Estas três partes de cada um dos lados têm o seu limite nos cruzamentos com as Ruas Dr. Alberto Souto e Eng. Oudinot.

Os transportes públicos vão manter os seus circuitos normais, salvo na parte da Avenida onde não poderão circular na fase da obra da zona da “Avenida-Praça”, em que terão circuitos e paragens alternativas e próximas.

Durante a obra o trânsito automóvel vai manter, quase sempre, a circulação na Avenida em duas faixas de rodagem, uma em cada sentido (ascendente e descendente), existindo também zonas de estacionamento automóvel.

Cronograma

A partir de 01 de dezembro do presente ano e até 12 de fevereiro de 2021, os trabalhos passarão para a Zona 2, entre o antigo Banco de Portugal e a Rua do Eng. Silvério Pereira da Silva. Entre 13 de fevereiro e 19 de março de 2021 a obra prossegue no troço imediatamente seguinte até à Rua do Eng. Oudinot (Zona 4). A área restante da Avenida no sentido rodoviário poente – nascente, definida no planeamento como Zona 6 deverá entrar em execução a 20 de março, prolongando-se por pouco mais de um mês, até 23 de maio de 2021.

A Zona 3 entre a Rua Conselheiro Luís Magalhães e a Rua do Dr. Alberto Souto será renovada entre 24 de maio e 03 de agosto de 2021, a Zona 5 que se prolonga entre esta última e a Rua do Eng. Oudinot será qualificada de 04 de agosto a 06 de setembro de 2021 e a Zona 7 que se segue até à Rua Dr. Luís Gomes de Carvalho acontece de 06 de setembro a 18 novembro, altura em que se espera a conclusão da qualificação total da Avenida.
O cronograma de execução da obra terá os ajustamentos necessários de acordo com as condicionantes que surjam no seu desenvolvimento.

Por força da boa construção e gestão da nova rede de águas pluviais, a obra vai ser executada da zona mais baixa (junto às “Pontes”) para a zona mais alta (junto à Estação da CP), sendo que a decisão de desenvolver a obra em fases diferentes, tem como objetivo principal minimizar o seu impacto na vida normal da Avenida.

Integrada no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da Cidade de Aveiro, esta é uma qualificação muito importante, que cria uma renovada Avenida, com mais árvores (cerca do dobro), sem semáforos, dando primazia aos modos suaves de mobilidade e cuidando de bons espaços de estacionamento. Vai ter quatro faixas de circulação limitada a 30 km/h e com pavimentos que vão reduzir em muito a emissão de ruido. Duas dessas faixas vão ser vias dedicadas para ciclovias e transportes públicos.

Condicionamentos de trânsito

Desta forma, nesta primeira fase e para construção da conduta coletora e de descarga das águas pluviais na Ria, estará cortado o acesso à Avenida Dr. Lourenço Peixinho via “Pontes”, em ambos os sentidos, bem como a entrada através da Rua Conselheiro Luís de Magalhães. A Rua Comandante Rocha e Cunha que permite a saída da Avenida no sentido Poente – Nascente, também terá os seus acessos interditados a partir do cruzamento com a Rua do Senhor dos Aflitos, sendo que a saída a Nascente deverá ser realizada via túnel ou através do acesso ao Largo da Estação da CP, criado para o efeito.

Largo das “5 Bicas” foi reaberto

O Largo das “5 Bicas” foi reaberto à circulação automóvel na manhã desta segunda-feira, 17 de agosto, num momento em que os trabalhos se encontram em fase final de execução.
A requalificação urbana das “5 Bicas” (ou Largo Luís de Camões) é um investimento de 434.600€ da Câmara Municipal de Aveiro, a cargo da empresa, Urbiplantec – Urbanizações e Terraplanagens, Lda..

Município de Aveiro

Publicidade, Serviços & Donativos