Aveiro: 2021 recebido à varanda e com muito fogo de artifício ‘caseiro’

7162
Foto partilhada por Margarida Martins, Aveiro (passagem de ano aveiro 2021).
Smartfire 728×90 – 1

Sem ‘autorização’ para festejos populares, devido às restrições preventivas motivadas pela situação pandémica, muitos residentes na cidade de Aveiro, onde nos últimos anos tem ganho expressão a passagem de ano na rua, optaram por assinalar a contagem decrescente para 2021 a gritar os votos de ‘bom ano’ a partir das varandas e janelas de casa ao som de assobios ou bater de tachos.

Havia mesmo um desafio comunitário lançado aos “vizinhos” nesse sentido, organizado informalmente, que teve grande repercursão nas redes sociais, acabando por alcançar o efeito esperado, uma vez que poucos ficaram indiferentes a pelo menos espreitar para fora.

A RTP veio assistir, apresentando uma reportagem das várias que retrataram a passagem de ano no país e no mundo.

A surpresa da noite, em modo confinado, em Aveiro e muitos outros locais, foi a quantidade inusitada de ‘fogo de artifício’ artesanal lançado das ruas que coloriu o céu por alguns minutos.

Residentes brindaram os vizinhos com um espectáculo pirotécnico que não sendo tão imponente como o que se via, à mesma hora, nas televisões, em direto da ‘Pérola do Atlântico, conseguiu fazer despertar mesmo os mais acomodados para o espírito de réveillon.

Às primeiras horas da manhã, alguns corajosos, conforme provas partilhadas pelas redes sociais, cumpriram a tradição do primeiro banho do ano, com a devida distância, nas praias da região que, não fosse o Covid estariam ‘inundadas’ de gente nos areais a enfrentar as águas gélidas do Atlântico em mergulhos auspciosos para o que aí vem em 2021.

Publicidade, Serviços & Donativos