Autárquicas 21: ‘Viva Aveiro’ avança com medidas de proteção ambiental para o concelho

715
Inês Sousa Real (PAN), à esquerda, com Manuel Oliveira de Sousa ('Viva Aveiro').

“Contrariando o que vem inscrito no Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, Aveiro regista um défice preocupante de espaços verdes e necessita urgentemente do estabelecimento de corredores ecológicos e da preservação sensata do seu parque arbóreo”.

O alerta é deixado num comunicado pela coligação ‘Viva Aveiro’ (PS-PAN) no balanço da visita que efetuada à Pateira do Carregal, na freguesia de Requeixo, Nossa Sra. de Fátima e Nariz, com a presença da porta voz nacional do PAN, Inês Sousa Real, no passado sábado, antes da apresentação dos candidatos às eleições autárquicas da lista conjunta.

Durante o périplo que contou, entre outros candidatos do cabeça de lista para a Câmara, Manuel Oliveira de Sousa, “foram abordadas várias temáticas, nomeadamente a das alterações climáticas”.

“Para atingir a neutralidade carbónica”, a coligação lembra que “são necessárias políticas ambiciosas e uma grande transformação em todos os sectores socioeconómicos”

Para Aveiro, a candidatura PS – PAN diz que “é fundamental a criação de um ‘Roteiro para a Neutralidade Carbónica Municipal’ que tenha como meta o equilíbrio entre as emissões e o sequestro de carbono no município até 2040, em linha com os esforços necessários para limitar a temperatura a 1.5ºC”.

O comunicado refere estudos segundo os quais Portugal será um dos países onde as alterações climáticas se farão sentir com mais frequência e intensidade. Municípios como Aveiro e Figueira da Foz sentirão, especialmente, “a ameaça da subida do nível do mar”. Zonas próximas, como Ílhavo e Vagos, “são particularmente vulneráveis a inundações”.

Incentivos para a adaptação do centro urbano de Aveiro à mobilidade suave

Em relação aos transportes, a coligação considera ser “evidente a necessidade de constituirmos uma rede eficiente e que corresponda às reais necessidades dos utentes,
para que se estimule a redução da utilização do transporte individual”, assim como “a articulação dos vários tipos de transportes públicos” para a descarbonização das frotas, aposta na ferrovia e uso de combustíveis de base renovável.

A candidatura PS-PAN defende também “a criação de incentivos para a adaptação do centro urbano de Aveiro à mobilidade suave, nomeadamente com a construção de ciclovias interligadas entre si, estacionamento para bicicletas e facilidade da entrada em transportes públicos, bem como o desenvolvimento de uma estratégia para a mobilidade suave de longa distância”. Será igualmente “fundamental criar “infraestruturas seguras para os peões em todo o território municipal.”

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.