Autárquicas 21 / Aveiro: Ribau Esteves denuncia “esquema” para usar delegados PS-PAN “para se tentarem mostrar” nas mesas de voto

940
Ribau Esteves em campanha na freguesia de Cacia, Aveiro (Foto Aliança com Aveiro).
Dreamweb 728×90 – Video I

O líder da coligação ‘Aliança com Aveiro’ insurgiu-se, esta manhã, “contra a excessiva utilização da mentira e da calúnia” por parte dos opositores no período de apelo ao voto que termina amanhã, denunciando, ainda, a coligação ‘Viva Aveiro’ por “montar um esquema” para, alegadamente, colocar os seus delegados junto das mesas de voto a “fazer campanha eleitoral” durante o dia de escrutínio. Sobre a sondagem publicada pelo Diário de Aveiro, que dá 45,6% das intenções de voto ao PSD-CDS-PPM, mostrou-se satisfeito por indicar “uma dinâmica de vitória”.

“As campanhas são todas boas, tem sido uma campanha, intensa, participada, apenas, enfim, tenho denunciado e lamentado a excessiva utilização da mentira, da calúnia, da demagogia, acho que é absolutamente excessivo e não é prestigiante para a democracia, não interessa para o que todos nós queremos”, lamentou o edil que procura o terceiro mandato.

“Obviamente, todos nós queremos ganhar as eleições, há partidos que querer ganhar um vereador, outros nem querem saber da Câmara para nada, mas ajudar o líder do seu partido, partidos novos a tentarem afirmar-se, cada um com os seus objetivos a querer fazer o melhor. Mas a campanha atingiu um nível baixo demais, que não prestigiante, porque todos somos democratas, temos de dar contributos para a democracia ser saudável e mais mobilizadora. Temos uma clássica situação de cidadãos que não votam alta, 50 por cento, é nossa responsabilidade de conquistar a atenção e participação das pessoas, depois cada um vota como entende. Demos esse contributo, cumprimos”, afirmou, Ribau Esteves, deixando ainda uma nota do balanço para “o excessivo” aproveitamento eleitoral pelas lideranças nacionais dos partidos para “tratar de coisas nacionais” nas autárquicas, “com exagero absoluto do secretário-geral do PS”.

O candidato quis aproveitar a presença dos jornalistas em Cacia para se mostrar “chocado de forma muito particular” com a forma como a coligação PS-PAN fez a indicação de delegados para as mesas de voto, a quem compete a fiscalização do ato eleitoral, num alegado “aproveitando da lei, mas sem valores éticos”, ao colocar “candidatos seus de primeira linha” naquela função acumulando locais de escrutínio, Apontou entre os exemplos “absurdos” o pedido da presença de Manuel Oliveira de Sousa, cabeça-de-lista, para estar em 17 mesas de 10 freguesias. O “recordista” será David Iguaz, candidato à União de Freguesias da Glória e Vera Cruz, em 20 mesas. “É uma coisa absurda, revela desespero e tentativa de usar a fiscalização para campanha eleitoral. Nunca tinha visto um esquema destes para se tentarem mostrar”, declarou Ribau Esteves sobre um expediente que, embora seja legal, considera revelar “falta de ética”.

Discurso direto

“Não acho que a conclusão dos indecisos seja bem tirada, acho que é outra, que também lá está, que é as pessoas não respondem. Uma percentagem alta de que não responde sabe em que vai votar, mas não querem responder a uma sondagem. São livres de dizer em quem votam ou não responder. Da sondagem, retiro duas conclusões: há uma dinâmica de vitória da ‘Aliança com Aveiro’, sentimos isso na rua, nos contactos, maioritariamente estão satisfeitas coma nossa governação, somos a recandidatura da candidatura; a outra conclusão é que há parte importante que vai votar e não expressa em quem, é respeitável” (Ribau Esteves sobre sondagem publicada pelo Diário de Aveiro*).

* Sondagem de opinião social e política com intenção de voto no concelho de Aveiro com 300 respostas válidas realizada pelo Centro de Investigação e Marketing e Análise de Dados (CMIAD) da Universidade de Aveiro dá para a Câmara 45,6 % de votos na ‘Aliança com Aveiro’, 7 % à coligação ‘Viva Aveiro’ (PS-PAN); 1 % ao Chega, 0,6 % ao Iniciativa Liberal e 0,3% ao Bloco de Esquerda (não há referência a outras candidaturas). 36,6 % dos inquiridos disse que não sabe ou recusa revela o sentido de voto; 5,6 afirmam ir votar em branco ou nulo; 15,3 % dos inquiridos afirmam que a evolução do concelho é “muito positiva”, 50 % consideram positiva, 23,3 nem positiva nem negativa, 5,3 consideram negativa e 2% muito negativa.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.