Autárquicas 21 / Aveiro: Eixo-Eirol ‘na mira’ da ‘Aliança’ para acabar com certas “lógicas”

1822
'Aliança com Aveiro' 2021.
Smartfire 728×90 – 1

Ao segundo dia de apresentação de candidatos às freguesias, a ‘Aliança com Aveiro’ liderada por Ribau Esteves fez a sua primeira incursão numa das duas únicas Juntas do concelho que ficaram fora da alçada da maioria de direita em 2017.

Em Eixo-Eirol, freguesia de maioria PS, o edil e recandidato reafirmou a importância de governar em “equipa” para “estar permanentemente a remar para o mesmo lado”, entendendo que se devem “acabar” com certas “lógicas” como as existentes na Junta local: “Quando é para receber dinheiro estamos todos bem, mas quando é para ser solidário, para gerir problemas, para lutar contra as dificuldades, aí a Junta não está lá, isso é com a Câmara. E quantas vezes se diz uma coisa pela frente e atrás outra coisa”, criticou, apelando a que seja dado “um passo muito importante” que permita “aumentar a intensidade e a capacidade de termos recursos a serem ainda mais úteis para os cidadãos”.

Para além de relembrar os investimentos em curso na extensão de saúde e novas escolas básicas (Eixo e Azurva), o autarca anunciou para a próxima semana a assinatura, “de uma vez por todas”, do acordo com o Governo para a construção da nova ligação Aveiro – Águeda.

Sara Rocha, que exerceu funções de direção no Centro Social de Azurva, é a escolha de Ribau Esteves para a presidência da Junta, uma estreia nas lides autárquicas mas “com provas dadas”. A candidata comprometeu-se em traçar “objetivos que são execuíveis” para dar “um futuro promissor” à Junta da união de freguesias.

Antes, a ‘Aliança’ apresentou Miguel Silva como recandidato à União de Freguesias de Requeixo, Nossa Senhora de Fátima e Nariz.

Ribau Esteves lembrou projetos em curso, como o novo centro escolar, já adjudicado, com obras a arrancar dentro de dois ou três meses, que será servido por transportes gratuitos, deixando também o empenho na ampliação da zona industrial da Mamodeiro com terrenos infraestruturados e na criação de um multiusos em Nariz, com uma área dedicada à Bairrada. Assumido, lembrou, está também a instalação do ‘Museu da Terra’ em Requeixo. A Câmara trabalhará ainda para garantir financiamento necessário a avançar com o desassoreamento da pateira. E manterá “a luta” para o atendimento médico não ser “intermitente”.

Miguel Silva, cabeça de lista para a Junta, atribuiu culpas ao “Governo do PS” pelo fecho das extensões de saúde de Nariz e Requeixo, que deveriam ser mantidas até à entrada ao serviço da esperada Unidade de Saúde Familiar. O candidato disse estar “garantido o futuro” da educação com a concentração escolar no novo edifício, sem o qual “daqui a uns anos todas as escolas fechariam”. E a concluir pediu a confiança dos eleitores: “Não é altura de experiências, estamos bem servidos”.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.