Autarquia de Ílhavo atribui subsídio para ajudar instituições nos encargos com Covid-19

1077
Lar de S. José, Ílhavo.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Ílhavo aprovou a atribuição de um subsídio, no valor de 34.000 euros, no âmbito da segunda fase dos apoios pontuais as instituições com Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (Lares) e à Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo.

A verba, explica a edilidade em nota de imprensa, é destinada a comparticipar “despesas extraordinárias que as associações tiveram com a mitigação da COVID-19, provocando um acréscimo imprevisto de encargos que dificultaram cada gestão orçamental.”

Os 34.000 euros, somados ao valor atribuído na 1.ª fase de apoio, de 31.000 euros, ajudam nos encargos assumidos com aquisição de equipamentos de proteção, reforço de recursos humanos, aquisição de produtos de higiene, limpeza e desinfeção, entre outros.

A quantia será distribuída pelo CASCI (10.000 euros), pelo Centro Social e Paroquial N. Sra. da Nazaré (8.000 euros), Património dos Pobres/Lar S. José (6.000 euros), Centro Comunitário da Gafanha do Carmo (5.000 euros) e Santa Casa da Misericórdia de Ílhavo (5.000 euros).

“A Câmara Municipal não podia ficar indiferente às solicitações destas Instituições que, ao longo dos últimos anos, foram parceiros na concretização da forte política social implementada pela autarquia, numa lógica integrada de partilha de esforços para o bem-estar das comunidades”, conclui o comunicado.

Publicidade, Serviços & Donativos