ASMM volta a colaborar com o CERN

701
Transporte da ASSM para o CERN.

A empresa A. Silva Matos Metalomecânica (ASMM) está a trabalhar com a Organização Europeia para a Investigação Nuclear (CERN), que tem o maior laboratório de física de partículas do mundo.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A operação, um investimento na ordem dos 1,5 milhões de euros, é o segundo projeto confiado à metalomecânica de Sever de Vouga, que produziu quatro reservatórios para armazenamento de hélio, com um comprimento de 28 metros, volume de 250 metros cúbicos e 70 toneladas de peso. Neste momento, dois dos quatros reservatórios já partiram de Aveiro em direção à Suíça, tendo instalação prevista para o final do mês. Os dois restantes saem da ASMM para França daqui a cerca de um mês.

O Large Hadron Collider (LHC) é um anel circular de 27 quilómetros, que se localiza perto de Genebra, na fronteira entre França e Suíça, a cerca de 100 metros abaixo da superfície. Acelera partículas a velocidades próximas da velocidade da luz e faz com que colidam em pontos específicos do anel, onde estão localizados detetores de partículas. Essas colisões permitem aos cientistas estudar as partículas subatómicas e as forças fundamentais que ditam as leis do universo.

Discurso direto

“Estamos bastante orgulhosos por colaborar neste projeto com uma referência mundial como o CERN. É a segunda vez que cooperamos com este laboratório, o que representa um reforço de confiança na qualidade do nosso trabalho. Neste projeto, estamos convictos de que a melhoria do LHC impulsionará importantes descobertas científicas” – Pedro Pinheiro, administrador da A. Silva Matos Metalomecânica.

O que é o projeto “High Luminosity Large Hadron Collider” (HL-LHC)

O projeto “High Luminosity Large Hadron Collider” (HL-LHC) destina-se a melhorar o LHC a partir de 2025, explorando todas as suas potencialidades somente em 2029. Para tal, serão introduzidas novas configurações e tecnologias no LHC, levando-o a sofrer um significativo aumento de picos dinâmicos de calor (é necessário encontrar-se a uma temperatura extremamente baixa, próxima dos -271.3ºC, para funcionar corretamente). É na missão de controlar estes picos de calor que os quatro reservatórios para armazenamento de hélio da ASMM serão fundamentais.

ASMM exporta para 60 países

Fundada em 1980, a ASMM conta com mais de 100 colaboradores e duas unidades industriais em Sever do Vouga e Aveiro. Exporta para mais de 60 países, destacando-se sobretudo para países da zona EMEA e é hoje tida como uma referência a nível mundial na área do fabrico de recipientes sob pressão. Atua em várias áreas de negócio, como Oil & Gas, Química e Petroquímica, Indústria Alimentar e Medicinal, Indústria Cerâmica e Cimenteira, Aproveitamento Hídrico, entre outras.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.