Aveiro / Município: Às Contas com as Contas

1032
Edifício da Assembleia Municipal de Aveiro.

Apesar dos “Velhos do Restelo” e dos “ Profetas da Desgraça”, a matemática é exacta e não falha, tal como o município de Aveiro que se encontra num crescimento contínuo, no seu todo.

Ângela Almeida *

Muito se tem falado e esmiuçado, na dialéctica política Aveirense, acerca das Contas do Município de Aveiro. Mas a matemática é uma ciência exacta e contas são contas e em Aveiro já falamos em boas contas.

O nosso Município passou de um Município incumpridor, para um Município cumpridor, com capacidade de investimento e obra.

Esta mudança tem vindo a acontecer progressivamente desde há 5 anos, com um período de muito rigor e dificuldade orçamental e financeira que a equipa da Aliança com Aveiro, liderada pelo Eng. Ribau Esteves, conseguiu melhorar progressivamente, ultrapassando contratempos, num trabalho profundo e crescente.

Em 2018 a Câmara Municipal de Aveiro, conseguiu reduzir a sua dívida substancialmente, acabar com as empresas Municipais e aumentar de forma muito forte o investimento, que cada vez mais sentimos por todo o Município, em obras e eventos.

Hoje falamos de um Município capaz de honrar os compromissos assumidos com fornecedores e com as suas Juntas de Freguesias, partes integrantes do Concelho de Aveiro.

As Freguesias de Aveiro podem afirmar bem alto que o Município de Aveiro é um exemplo nacional das boas práticas de Delegação de Competências, com um valor de cerca de 2 milhões de euros, reflectindo bem a visão descentralizada e de equipa que esta Gestão Municipal tem vindo a assumir e a implementar no Concelho.

Há cerca de cinco anos afirmava, numa Assembleia Municipal:” que me congratulava pelo facto de saber que não seria atribuída “Delegação de Competências” às Juntas de Freguesia nesse ano, por parte do Município”. Momento de grande constrangimento entre alguns dos meus colegas, que rapidamente e após a minha explicação, entenderam o meu ponto de vista.

Afinal, é sempre bom saber com o que se conta! Agir com verdade e rigor faz a diferença e em questões matemáticas… Ai se faz! Como diz o Povo “contar com o ovo no rabo da galinha”, não corre bem! E em Aveiro assim aconteceu, foram anos de incumprimento, de obras megalómanas e gente que não pensava no futuro, comprometendo a evolução da Cidade e do Concelho de Aveiro!

Hoje e desde há 5 anos, as coisas mudaram, a matemática em Aveiro mudou e as contas são o que são: uma redução da dívida e uma capacidade de investimento como nunca vista em Aveiro e nas suas Freguesias, bem como o apoio às Colectividades e Associações e Instituições do Concelho.

Não esquecendo os nossos Cidadãos Aveirenses, que viram reduzido o seu IMI e a introdução do IMI familiar.

Repare-se pois na Freguesia de Esgueira, por exemplo, que viu o seu orçamento anual passar de 250 mil euros em 2013, para mais de meio milhão de euros em 2019, numa linha crescente continua todos os anos, fruto das opções politicas responsáveis, dos seus órgãos autárquicos.

Hoje em Esgueira já não se sonha com o saneamento nas Agras do Norte, porque este é já uma recente realidade. A requalificação da Escola Jaime Magalhães de Lima, recentemente inaugurada, reflectindo bem a responsabilidade e empenho da Autarquia em matéria de Educação.

Os Esgueirenses já podem vislumbrar o futuro Parque Verde da Freguesia que está a nascer, com a aquisição dos Terrenos da antiga Carreira de Tiro, que fará a ligação com ao Parque da Fonte do Meio e com o Cais da Ribeira de Esgueira.

Não esquecendo as inúmeras intervenções, na Quinta do Cruzeiro e na rua Luís de Camões, bem como a tão falada Rua General Costa Cascais e a Rua dos Ervideiros que se encontra em fase de projecto.

Afinal contas são contas e estas estão à vista. E qual a causa de toda esta dinâmica em Aveiro e nas suas Freguesias? Um trabalho de gestão rigoroso e profícuo de Equipa, num Município que passou a cumprir com os seus compromissos, afirmando-se como “Pessoa de Bem”.

E para continuarmos no mundo da matemática aplicada ao Município de Aveiro, porque não referirmo-nos ao elevado número de Turistas que nos visitaram, durante os últimos meses, provocando em Aveiro uma interessante dinâmica económica!

O que eu diria é que as contas são o que são e exprimem bem o que aconteceu e acontece no município de Aveiro. Apesar dos “Velhos do Restelo” e dos “ Profetas da Desgraça”, a matemática é exacta e não falha, tal como o município de Aveiro que se encontra num crescimento contínuo, no seu todo, nas suas dez Freguesias, considerando a Cidade de Aveiro muito para além da EN 109.

E fazendo as contas, Aveiro cresceu e vai continuar a crescer!

Em Aveiro, continuamos a querer somar Mais e Melhor para os nossos Cidadãos! Mas é preciso fazer contas e boas contas!

Uma Santa e doce Páscoa!
Seguimos Juntos.

* Presidente da Junta de Freguesia de Esgueira, eleita pela coligação PSD-CDS.