Arouca: Requalificação do Bairro Social de S. Pedro

688
Bairro de S. Pedro, Arouca.
Dreamweb 728×90 – Video I

Os trabalhos de requalificação do Bairro Social de S. Pedro, situado na União de Freguesias de Arouca e Burgo, deverão começar ainda no mês de setembro. A obra, integrada na Estratégia Local de Habitação, contempla a reparação e pintura das paredes interiores e tetos das habitações, bem como a requalificação do exterior das mesmas, nomeadamente ao nível da cobertura e do isolamento térmico.

A cobertura será substituída por painel sandwich e as paredes serão revestidas com isolamento térmico. Os vão serão substituídos por novos vãos em alumínio com corte e vidro térmicos. Está também prevista a requalificação das chaminés existentes. No que respeita aos arranjos exteriores, todos os muros e empenas dos cobertos serão requalificados e pintados, bem como os portões metálicos existentes.

Com esta intervenção, o Município de Arouca pretende melhorar as condições térmicas das habitações e os desempenhos relacionados com a eficiência energética, garantindo o bem-estar das pessoas que ali vivem.

A empreitada representa um investimento municipal de 423.470,00 € e tem um prazo de execução de seis meses, tendo sido adjudicada à empresa Sotecnisol, S.A.

O Bairro Social de S. Pedro é propriedade do Município de Arouca. É constituído por 16 habitações distribuídas por dois blocos habitacionais constituídos por 8 T3 e 8 T2.

Esta intervenção, designada “Reabilitação de frações ou de prédios habitacionais – 16 fogos – Bairro Social de S. Pedro (União de Freguesias de Arouca e Burgo)”, decorre ao abrigo do Programa 1.º Direito no âmbito do investimento RE-C02-i01 “Programa de Apoio ao Acesso à Habitação” do Plano de Recuperação e Resiliência.

Em 2017, o Município havia já procedido à requalificação do Bairro Social de Pade, em Alvarenga, num investimento de 309 513,93 €.

“A habitação é uma das áreas de intervenção estratégica do Município e na qual temos previsto investir mais de 4 milhões de euros até 2025 na melhoria das condições de habitabilidade dos bairros sociais municipais e na reconversão de edifícios municipais para habitação, como é o caso das antigas escolas primárias de Noninha e Vila Nova, em Alvarenga”, refere a presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém.

A autarca recorda ainda o investimento que está a ser feito no loteamento de Vila Pavão, freguesia de Escariz, primeiro com a preparação dos treze lotes e depois com a construção de muro de suporte, que permitirá a construção de habitações unifamiliares a custos controlados para jovens arouquenses.

Câmara de Arouca

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.