Anadia prepara investimento de 200 mil euros na criação de percursos pedestres

2006
Imagem cedida pela Câmara de Anadia.

A candidatura do projeto de percursos pedestres ‘Anadia Walking Trails’ foi aprovada pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020, no âmbito do GAL Rural da Região de Aveiro – Renovação de Aldeias.

Segundo uma nota de imprensa, o valor global do investimento para abertura de percursos pedestres no concelho bairradino é de cerca de 200 mil euros, sendo financiada em 80 por cento.

“A candidatura contempla a criação e georreferenciação dos traçados, limpeza e beneficiação dos percursos, instalação de seis caches (geocaching) por percurso, toponímia, divulgação das rotas e criação de um vídeo promocional”, informa a Câmara de Anadia, adiantando, ainda, que está previsto o desenvolvimento de uma aplicação web para dispositivos móveis.

O projeto aponta para a criação de seis rotas, com uma extensão aproximada de 10 quilómetros cada em vários pontos do concelho.

A autarquia acredita que o ‘Anadia Walking Trails’ será “um instrumento importante para a reabilitação, preservação e divulgação do espólio cultural, histórico, paisagístico e ambiental do município, funcionando ainda, como “ um complemento às diversas infraestruturas e equipamentos desportivos existentes”, o que permitirá destacar a aposta na área do desporto que tem sido feita ao longo dos últimos anos com vários equipamentos e iniciativas.

Rotas

“Rota do Poeta / Trilho Vale do Boi (Moita), Rota do Espumante e do Azeite / São Domingos (Moita), Rota de Pedralva e São Lourenço do Bairro (São Lourenço do Bairro), Rota do Espumante (UF Arcos e Mogofores), Rota de Algeriz (Vila Nova de Monsarros) e Rota da Lagoa de Torres e Vilarinho do Bairro (Vilarinho do Bairro).

Publicidade, Serviços & Donativos