Anadia: Espumante Montanha ganha ouro no ‘Concours Mondial de Bruxelles’

287
Caves Montanha, Anadia.
Dreamweb 728×90 – Video I

O ‘Montanha Real Grande Reserva de 2010’ foi o único espumante, produzido em Portugal, a receber a ‘Grande Medalha de Ouro’ no ‘Concours Mondial de Bruxelles’, edição de 2019, anuncia a empresa produtora Caves da Montanha, de Anadia.

O vinho espumante agora premiado passa a figurar entre os oito melhores espumantes europeus, “ao nível dos melhores champagnes e cavas internacionais”.

Produzido pelas Caves da Montanha, o maior produtor de espumantes da Bairrada, o ‘Montanha Real Grande Reserva 2010’, recebeu o galardão ‘Grande Medalha de Ouro’, atribuído pelo painel de 340 provadores presentes na 26ª edição do Concours Mondial de Bruxelles que decorreu em Aigle, na Suíça entre os dias 1 e 5 de Maio.

Os Enólogos Bruno Seabra e António Selas assinam este ‘Montanha Real’, que produziram nas Caves da Montanha, em Anadia, com uvas Baga, Chardonnay e Arinto.

A empresa diz que se trata de um espumante “de cor palha dourado. Bolha fina e elegante, realçando notas de fruta de polpa branca e ligeira flor de laranjeira, os anos de estágio evidenciam uma elegante evolução, completado com sensações doces de biscoito. Na boca cremoso, boa mousse, firme e elegante” com “bolha bem dissolvida no vinho, vincando a complexidade das casta chardonnay e a elegância da casta baga”.

Alberto Henriques, diretor geral das Caves da Montanha, vê no prémio “a comprovação de que os espumantes Portugueses se encontram ao nível de qualquer espumante internacional, cavas e champanhes”.

O empresário espera que a distinção “abra, não só a nós, mas a todos os espumantes nacionais, o mercado da exportação”.

Situada na Bairrada, numa das zonas mais tradicionais de vinhos em Portugal, a Caves da Montanha é uma companhia de bebidas Portuguesa fundada em 1943.

Publicidade, Serviços & Donativos