Anadia ativa vigilância móvel para proteger floresta dos fogos de Verão

781
Vigilância florestal.

A vigilância móvel nas manchas florestais a nascente do concelho de Anadia é assegurada, a partir desta sexta-feira e até 30 de setembro, com apoio de Juntas de Freguesia, associações e voluntários.

É esse o propósito de um protocolo de colaboração assinado com as freguesias de Avelãs de Cima, Moita e Vila Nova de Monsarros, a Associação de Apoio Florestal e Ambiental de Avelãs de Cima, a Associação de voluntários de Ferreiros e a Associação Cultural e Recreativa de Algeriz.

Com a vigilância ‘no terreno’, a edilidade espera “contribuir para a redução do número de ocorrências de incêndios, identificando potenciais agentes causadores e dissuadindo comportamentos que propiciem esses acontecimentos”.

Um esforço durante a época de fogos para “proteger a mancha florestal do concelho” que tem “grande expressão na economia local, bem como dar mais tranquilidade às populações mais isoladas que vivem em redor da mesma.”

A autarquia atribui a cada uma das associações envolvidas uma verba no valor de 18 mil euros, representando um investimento global de 54 mil euros. Este valor tem como objetivo compensar os encargos inerentes à vigilância, nomeadamente a manutenção dos veículos, entre outras despesas.

Para além do apoio financeiro, o município de Anadia disponibiliza, ainda, as viaturas motorizadas (três por associação), 700 litros de combustível a cada associação, comunicações, equipamento de identificação e proteção individual e outro tipo de equipamentos de apoio para a boa execução da vigilância.

A vigilância móvel decorrerá ao longo dos meses de julho, agosto e setembro com ações em coordenação com a Guarda Nacional Republicana (GNR), os Bombeiros Voluntários de Anadia, o Coordenador Municipal da Proteção Civil e o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Anadia.

Ainda no que respeita à vigilância florestal e deteção de incêndios no concelho de Anadia, o posto de vigia do Moinho do Pisco, na Freguesia de Avelãs de Cima, encontra-se ativo desde o passado dia 7 de maio, integrando a rede primária da Rede Nacional de Postos de Vigia. A vigilância funciona 24 horas por dia e estará ativa até ao mês de novembro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.