Altice Labs regista nova patente de tecnologia que usa IA para processar linguagem natural

494
Imagem divulgada pela Altice Labs.

A Altice Labs, empresa de Investigação & Desenvolvimento (I&D) do grupo Altice, que tem sede em Aveiro, registou no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) uma patente da tecnologia de métodos de processamento de linguagem natural baseado em segmentos multimodelo que tem vindo a ser desenvolvida localmente por uma equipa de duas dezenas de colaboradores.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Em comunicado, a empresa explica que a “invenção”, quando aplicada à plataforma de conversações inteligente ‘BOTSchool’, igualmente desenvolvida no laboratório de inovação de Aveiro, tem a “capacidade de processar linguagem natural (falada e escrita), interpretar o que está a ser transmitido e identificar intenções, de forma a escolher a melhor abordagem para cada caso de uso, e assim dar a resposta mais adequada ao pedido do utilizador.”

A plataforma BOTSchool tornou “mais célere e eficaz a assistência aos clientes da MEO, pelo grau de precisão implícito nos seus modelos de aprendizagem, é hoje já dotada de Inteligência
Artificial Generativa”, estando a ser desenvolvidas “novas ferramentas”.

A Altice Labs tem agora oito patentes submetidas nas áreas da Inteligência Artificial e do Processamento de Linguagem Natural, “áreas que são o presente, mas também o futuro do
desenvolvimento tecnológico, pelo que prometem trazer de transformador à sociedade.” Com a mais recente patente, a empresa considera “reconhecida a dimensão e o sucesso do seu investimento em I&D e reforça, uma vez mais, a sua posição de liderança no setor”.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.