Albergaria-A-Velha: “Lacunas e falhas” levam PSD a rejeitar plano e orçamento para 2024

1587
Albergaria-a-Velha (centro).

A bancada do PSD invocou “lacunas e falhas” para votar contra o orçamento municipal de Albergaria-a-Velha para 2024 proposto pela maioria CDS-PP.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Uma posição assumida “em representação dos interesses dos munícipes”, refere um comunicado social democrata, dando conta que “rejeita de forma unânime” a proposta aprovada pelo executivo a que preside António Loureiro. “Após uma análise crítica e rigorosa dos últimos dez anos, com foco nas obras prometidas, no dinheiro gasto e no que foi orçamentado, as lacunas e falhas na execução ressaltam neste plano”. São várias “as promessas incumpridas”, adianta o PSD, apontando exemplos: “o Parque da Cidade, o Centro de Saúde e”a dinâmica Albergaria-Universidade de Aveiro para colocar o concelho na mesma posição e competição com os concelhos vizinhos, continuam no papel.”

Segundo o PSD, “o concelho enfrenta problemas de habitação e de falta de dinamismo enquanto se priorizam outras prioridades como o investimento avultado de questionável retorno no Museu da Água.” “Também a expansão da Zona Industrial carece de resultados visíveis com obras a derrapar na previsão dos custos e, do lado do turismo, as praias fluviais e piscinas naturais permanecem como promessas eleitorais não cumpridas”, acrescenta a nota de imprensa.

Os sociais democratas alertam, ainda, para “o défice corrente e o aumento do endividamento nas finanças municipais”, considerando que “a venda de terrenos na Zona Industrial não deve ser base para despesa corrente descontrolada.” O PSD questiona mesmo “que futuro e legado são esperados após 10 anos e mais de 250 milhões de euros gastos e uma maioria absoluta.”

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

“Mais que simpatia, os Albergarienses querem obra, liderança. O concelho merece uma gestão comprometida com resultados concretos, deixando para trás promessas vazias e investimentos pouco consensuais”, apelam os sociais democratras.

» “O Orçamento para 2024 parte de uma previsão negativa de mais de 1,3 milhões de euros, sem medidas corretivas evidentes. A utilização de reservas herdadas em despesas correntes é uma prática que compromete o futuro e, somado aos elevados juros e ao déficit corrente, coloca o município em risco financeiro.”

» “Necessidade urgente de reavaliar as prioridades, concentrando-se em obras essenciais para atender às reais necessidades da população de Albergaria-a-Velha. Dada a falta de resposta o PSD votou contra o Orçamento Municipal para 2024.”

Artigo relacionado

Albergaria-A-Velha: Impostos municipais sem alterações em 2024

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.