Albergaria-A-Velha: Aniversário concelhio comemorado com olhos postos no futuro

2023
Sessão solene do dia do município, Albergaria-a-Velha.
Dreamweb 728×90 – Video I

“Um momento que fortalece a vida do concelho, que queremos mais próspero, mais rico, mais culto, mais solidário e que atraia cada vez mais pessoas a viver, investir e trabalhar”. Foi este o mote do presidente da Câmara de Albergaria-A-Velha para assinalar os 185 anos do concelho, na sessão solene realizada este sábado.

A efeméride foi aproveitada, uma vez mais, para homenagear personalidades, empresas e coletividades com as medalhas de mérito municipal. “Estes momentos de reconhecimento têm para nós um significado muito sentido, pois aproximam os objetivos da gestão por nós preconizada aos grandes exemplos de serviço ao bem comum e inspiram-nos na tarefa gratificante que desenvolvemos em prol dos cidadãos”, referiu António Loureiro (CDS).

O desenvolvimento económico continua a ser assumido como “uma das bandeiras” da atuação da atual maioria. “Estamos a projetar uma Albergaria-A-Velha para o futuro, exemplo disso é o investimento de 1,4 milhões de euros na zona industrial em 2019 para aquisição de terrenos”, anunciou o edil.

A proximidade com o setor empresarial, o aumento do solo industrial na revisão do PDM, a incubadora de empresas e o sistema de incentivos à criação do próprio emprego foram apontados como “alguns exemplos” do empenho camarário.

Dos úmeros a realçar de 2018, António Loureiro apontou o volume de negócios das empresas locais, superior a 1050 milhões de euros. Albergaria-a-Velha é um dos municípios mais exportadores, com valores superiores a 420 milhões de euros. Tem mais de 7000 postos de trabalho, nas mais de 700 empresas locais.

A Câmara vai prosseguir com a infra estruturação de novos arruamentos para a instalação de novas empresas, respondendo “à procura de solos industriais”.

Quanto a outras áreas, o edil destacou a educação, com “uma redobrada atenção e investimento contínuo” para melhorar as condições nas escolas (exemplos recentes foram os trabalhos de requalificação da Escola da Avenida e da Escola Secundária).

Na intervenção social, António Loureiro realçou a requalificação de habitações sociais, o aumento do número de bolsas de estudo, o aumento do requalificação de casas degradadas, o apoio ao arrendamento e o aumento do apoio anual às IPSS.

Assim como a “afirmação” cultural no panorama regional e nacional e a dinamização de percursos cicláveis. “Brevemente” as ciclovias locais estarão ligadas à ecopista do Vouga, até Viseu, e à Grande Rota do Atlântico.

A terminar, o autarca lembrou “grandes desafios” que Albergaria-A-Velha enfrentará “no futuro próximo”, nomeadamente “a concorrência mais acentuada entre territórios”, a descentralização a contratualizar com o Governo e “a necessidade de melhorar a qualidade de vida”. Deixaria, por fim, uma nota de satisfação para “a conquista” recente, que foi conseguir do Governo anular o traçado da A32 que passava pelo concelho.

Publicidade, Serviços & Donativos