Águeda: Obras de abastecimento de água em Agadão

476
Abastecimento de águas a Agadão (foto da Câmara de Águeda).
Dreamweb 728×90 – Video I

Teve lugar, hoje, no Largo de Santa Maria Madalena, em Agadão, a inauguração da segunda fase e o arranque da terceira do sistema de abastecimento de água a Agadão, uma obra realizada pela AdRA – Águas da Região de Aveiro que, no total, implica um investimento de 2.112.508,12 euros.

Até ao momento, já foram construídos a captação de água junto ao Rio Agadão, dois reservatórios de água e sistema de tratamento, assim como uma rede de distribuição de cerca de 10 quilómetros pelas povoações de Guistolinha, Guistola, Centro Social de Agadão (Covas), Lomba, Vila Mendo, Povinha/Bouça e Foz, num total de 161 ramais domésticos.

Para a terceira fase desta obra está prevista a construção de mais dois reservatórios de água e 67 ramais domésticos, nas povoações de Caselho e Alcafaz, numa rede de distribuição de cerca de dois quilómetros.

“É relevante marcar este momento, porque se trata de uma obra com um significado muito importante”, dado que se trata da disponibilização de água potável às populações, disse Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda.

O Edil lembrou, no momento do arranque da terceira e conclusiva fase desta obra, que toda a freguesia de Agadão, uma das mais serranas do concelho, “não tinha rede de abastecimento de água domiciliária”, uma falha que está agora a ser sanada. “Estamos a falar, nestas duas fases já concluídas, de quase 1,5 milhões de euros e de 160 ramais domiciliários. Se dividirmos esse valor por ramal, vemos que é um investimento significativo para cada casa e isto é algo que deve ser notado por todos”, declarou.

O Presidente da Câmara de Águeda defendeu ainda o serviço prestado pela AdRA, que garante “um sistema de captação, tratamento e abastecimento de água, com grande qualidade e quantidade”.

Jorge Almeida lembrou que, no momento da constituição da AdRA, de que o Município de Águeda faz parte, o concelho “tinha dos mais baixos índices de cobertura, sobretudo de saneamento, e até de abastecimento de água” do distrito de Aveiro e que tem vindo a ser concretizado em várias freguesias por todo o concelho.

Neste momento, estão em curso as obras da construção da rede de saneamento básico em Jafafe e está em processo de adjudicação a de Sernada, em Macinhata do Vouga, bem como a de Á-dos-Ferreiros e Junqueiro (no Préstimo) e Sobreiro (Valongo do Vouga). Seguir-se-á Bustelo e Vale Grande (Aguada de Cima) e Soutelo e Carvoeiro (Macinhata do Vouga).

“Este é o caminho que temos vindo a trilhar para disponibilizar uma rede de saneamento e de abastecimento de água com qualidade à população”, declarou Jorge Almeida.

Para Fernando Vasconcelos, Presidente do Conselho de Administração da AdRA, o conjunto de investimentos que estão a ser feitos em Agadão, nas três fases de execução, “estão relacionados”, começando “na origem da água até aos ramais nas várias povoações”, num total de “mais de 2,1 milhões de euros, que é de facto um investimento vultuoso”.

Fernando Vasconcelos, no momento do arranque desta terceira fase, fez dois apelos: para que os habitantes de Agadão adiram e façam a ligação ao serviço da AdRA; e ainda que tenham paciência quanto à natural perturbação que as obras da terceira fase irão causar durante a sua execução. “Como podemos ver, o resultado final vale a pena”, disse.

Câmara de Águeda

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.