Agosto com redução de 78% nos atendimentos do TCP de Aveiro relativamente a 2019

1117
Canal Central, Aveiro.

O mês de agosto, que habitualmente corresponde ao ‘pico’ das férias de Verão, terminou com 6.537 atendimentos no posto de Aveiro do Turismo Centro de Portugal (TCP).

Há um ano, as estatísticas relativas ao mesmo período davam conta de 29.786 pedidos de informação, verificando-se uma redução de 78 %.

Os números enviados a NotíciasdeAveiro.pt pela TCP evidenciam, naturalmente, o impacto no turismo da situação pandémica, que dura à meio ano.

No mês de agosto deste ano, o maior número de atendimentos dizem respeito a estrangeiros (5.344. menos 80% do que em 2019).

O maior número é de espanhós (4.133, menos 78% do que em 2019), seguindo-se franceses (706, menos 85% do que em 2019).

Já os portugueses totalizaram 1.193 (menos 38% do que em 2019).

12.796 pessoas passaram pelo balcão da TCP de Aveiro desde janeiro deste ano. No período hómologo, comparando com 2019, o número de atendimentos foi de 85.519 (menos 85 %).

Entre janeiro e agosto de 2019, o posto do TCP em Aveiro recebeu 79.775 visitantes estrangeiros (10.814 em 2020, menos 86%).

Atendimentos no balcão do TCP de Aveiro

Julho – 2023 (16.071 em 2019);
Junho – 224 (10.013 em 2019);
Maio – 17 (9.280 em 2019);
Abril – Encerrado (11.401 em 2019).

Turistas podem estar a evitar locais fechados

Adriana Rodrigues, do gabinete de relações públicas da TCP, partilha da opinião que se tem verificado “um movimento assinalável nas ruas de Aveiro” nas últimas semanas, mas sem a afluência habitual aos serviços de apoio locais, afetando os dados estatísticos. “Os turistas parecem evidenciar um comportamento diferente, evitando entrar nos postos de turismo e em outros locais fechados, pelo que os dados que enviamos poderão não refletir a realidade”, ressalva a responsável.

O TCP está a recolher dados dos últimos meses relativos à atividade da hotelaria e das empresas de animação turística que “irão possibilitar uma visão mais alargada e realista do impacto ou da putativa recuperação do setor, em particular, em Aveiro”.

Publicidade, Serviços & Donativos