Adiado julgamento do processo de comércio ilegal de meixão

741
Tribunal de Aveiro.

O Tribunal de Aveiro comunicou hoje um novo adiamento do julgamento de uma pretensa associação criminosa desmantelada em 2020 durante uma operação de combate ao tráfico e comércio ilegal de meixão.

Desta vez, atendendo o pedido de prazo para preparação de defesa apresentado por uma advogada que passou a representar, à data, um dos arguidos.

O julgamento foi reagendado para 27 de abril, para ouvir, eventualmente, declarações de arguidos e das testemunhas de acusação.

No processo a julgar em Aveiro estavam acusadas seis pessoas, três das quais de nacionalidade chinesa. Destes, dois serão julgadas à parte, por não terem sido localizados.

Em causa, estão crimes de associação criminosa, contrabando e dano contra a natureza.

Uma operação da Polícia Marítima em 24 locais do distrito do Porto, de Braga e de Aveiro resultou, em janeiro de 2020, na detenção de 10 indivíduos, quatro deles estrangeiros, e apreensão de cerca de 400kg de meixão.

O valor aproximado de venda no mercado final poderia chegar a dois milhões de euros.

Artigo relacionado

Adiado julgamento de rede luso-chinesa suspeita de tráfico e comércio ilegal de meixão

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.