A sua internet tem a velocidade que diz ter? Veja o que acontece na maioria das vezes

491
Imagem de computador (arquivo).
Smartfire 728×90 – 1

Todos nós gostamos de saber que estamos recebendo o melhor serviço pelo que pagamos; no caso das conexões à internet é bastante fácil medir seu funcionamento de forma constante.

Ainda que ninguém obtém quase nunca a velocidade máxima que contratou durante 100% do tempo, pelo menos nos sentimos melhor sabendo que estamos perto do máximo. Podemos reclamar com propriedade ou simplesmente mudar de operador se notamos muitas quedas de velocidade.

Os testes de velocidade abundam na internet e entretanto muitíssimos usuários não acreditam que exista vida além de um speedtest. Um bom teste deve ter servidores globais dedicados para oferecer um resultado bem exato, de preferência funciona em HTML5 e não usa plugins como Java e Flash, e deveria utilizar diferentes tamanhos de mostras dos arquivos que usa para medir as faixas da conexão.

Mas afinal o que é um speed test?

É uma ferramenta de análise de velocidade de banda larga, com servidores localizados globalmente, que permite a qualquer pessoa testar sua conexão à Internet, por exemplo: saber a velocidade de subida e de descarga de Buenos Aires a Los Ángeles. Velocidade.pt oferece este serviço grátis.

É provável que algumas operadoras não cumpram com a largura da banda, seja pela razão que for, mas o consumidor deve estar plenamente informado, de em que se baseiam estes testes e como deve  fazer os mesmos e ter a certeza de que se for reclamar, seja com bases firmes em conhecimento e informação de primeira. Os testes de velocidade hoje em dia se baseiam em medir o tempo que o usuário precisa para descarregar um conteúdo de tamanho conhecido através de uma conexão TCP (Transmission Control Protocol). Isto se obtém dividindo o tamanho de conteúdo entre o tempo investido em sua descarga, e com este cálculo se determina o volume médio que essa conexão teve nesse instante de tempo e este valor se emprega como estimador de largura de banda disponível no intervalo de medição no acesso do usuário e não é um teste concludente, e sim de referência no instante em que se faz.

Em geral os sites de testes dão uma informação correta de largura de banda. Um dos mais famosos testes, e que muita gente usa, é o de Ookla, onde são feitas várias amostras durante a descarga e no fim se faz uma média de todas essas estimativas parciais lançando um servidor ideal para o teste em função da localização geográfica. Devemos ressaltar que estas metodologias se centrem, portanto, em estimar a largura de banda que chega ao aplicativo e não realmente o fornecido pela rede. No entanto, mais e mais estão sendo usados e têm uma reputaçao melhor outros como Velocidade.pt

Entretanto, para que a informação lançada seja correta, é preciso garantir que o usuário cumpra com certos requisitos mínimos durante o teste. Esta condição será especialmente difícil de verificar completamente se for um teste de velocidade acessível ao grande público através de internet, mas como foi dito, existem requisitos mínimos para a realização do teste.

Aspectos a serem levados em consideração: sempre devemos considerar o Protocolo TCP, já que a principal fonte de erro em testes baseados nesta metodologia procede do impacto que o próprio Protocolo TCP e seus mecanismos de controle de fluxo têm na velocidade de descarga quando a rede de acesso é de alta capacidade.

O Overbooking: outro elemento a considerar é que as conexões de banda larga têm taxas variáveis que dependem da quantidade de usuários conectados à rede em determinados horários, o que se denomina conexões VBR (Variable Bit Rate, em inglês). A variabilidade da conexão se baseia no Overbooking (revenda), onde, se você comprar 20Mbps, o sistema lhe permite navegar até essa velocidade podendo experimentar em função do tempo taxas menores baseado no CIR (Comitted Information Rate), o que é normal baseado na revenda da largura de banda com a que o provedor de internet conta.

Pontos importantes a considerar na hora de fazer seu teste de velocidade

Para fazer seu teste em Velocidade.pt só é preciso ter um computador conectado à internet através da conexão. Se este PC ou notebook estiver conectado ao router, verifique se o router não tem limitações de largura de banda a este PC e se só esse computador está conectado ao mesmo. Desconecte todos os dispositivos wifi. Teste com um fio UTP conectado diretamente ao router.

O PC de onde se faz o teste deve estar só com o navegador de internet aberto. Certifique-se que não esteja usando conexões para outros aplicativos ou descargas (música on line, jogos, atualizações automáticas programadas, chats). Não navegue em nenhuma outra página durante o teste. O teste também sofre a influência da velocidade do próprio provedor de internet que estiver usando naquele momento.