A importância das águas subterrâneas e da monitorização da qualidade de um recurso natural precioso

1082
Projeto 'Guarda Rios'.

O Dia Mundial da Água assinalou-se, este ano, sob o tema “águas subterrâneas: tornando o invisível visível”.

Por Alisa Rudnitskaya *

O Dia Mundial da Água, realizado em 22 de março de cada ano desde 1993, concentra-se na importância da água doce. Neste ano 2022, o foco está em águas subterrâneas, um recurso invisível com impacto visível em todos os lugares.

As águas subterrâneas são encontradas no subsolo em aquíferos, que são formações geológicas de rochas, areias e cascalhos e que retêm quantidades substanciais de água. As águas subterrâneas alimentam nascentes, rios, lagos e pântanos e infiltram-se nos oceanos. As águas subterrâneas são recarregadas principalmente pela chuva e neve que se infiltram no solo.

A vida não seria possível sem águas subterrâneas. A maioria das áreas áridas do mundo depende inteiramente das águas subterrâneas. As águas subterrâneas fornecem uma grande proporção da água que usamos, em particular para beber e produzir alimentos, e também são extremamente importantes para o funcionamento saudável dos ecossistemas. A qualidade das águas subterrâneas pode ser impactada negativamente pela contaminação resultante das atividades humanas, sendo uma das maiores a agricultura. Um aspeto importante do uso sustentável das águas subterrâneas é a prevenção e monitorização de sua contaminação.

Para assinalar o Dia Mundial da Água 2022, destacamos o AQUATICsens – Monitorização da qualidade de água usando sensores em fibra óptica, um projeto liderado pelo Instituto de Telecomunicações e do qual o CESAM é parceiro.

O projeto AQUATICsens visa desenvolver uma nova plataforma portátil de sensores com base em fibra ótica e polímeros fluorescente molecularmente impressos adequada para o monitoramento da qualidade da água in-situ. O projeto AQUATICsens foca em determinação de um dos herbicidas utilizadas em larga escala – o glifosato, embora o projeto crie uma base tecnológica para a deteção de outros contaminantes em águas naturais.

Saiba mais sobre o projeto AQUATICsens:

https://www.it.pt/Projects/Index/4571 | https://bit.ly/3IuqsLt

* Coordenadora do AQUATICsens – Monitorização da qualidade de água usando sensores em fibra óptica, projeto liderado pelo Instituto de Telecomunicações e do qual o CESAM/UA é parceiro. Artigo publicado originalmente no site UA.pt.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.