A agricultura e a produção biológica recomendam-se

1098
Imagem do Facebook da Agrobio.
Smartfire 728×90 – 1

Acreditamos, que apesar dos obstáculos, vamos conseguir um quadro comunitário futuro (2023-27) mais favorável para o progresso da Agricultura Biológica Nacional.

Direcção da AGROBIO *

Num ano muito difícil, temos conseguido ultrapassar as dificuldades, a agricultura e a produção biológica recomendam-se.

A vontade dos cidadãos em aceder a produtos biológicos não só se manteve como cresceu.

O interesse em consumir produtos biológicos nacionais é enorme. A capacidade de abastecimento nacional tem sido baixa.

Os legumes e frutas são, provavelmente, a área de maior incorporação nacional, mas ainda tem muito para crescer. Outras áreas com interesse mas onde as carências são maiores são as leguminosas e os cereais.

Políticas nacionais erradas e enganadoras têm afastado o investimento com apoio comunitário das escolhas dos agricultores atuais no âmbito da transição para a Agricultura Biológica.

Já os novos agricultores e os jovens, olham para o quadro político e não encontram vontade clara de aposta nesta agricultura.

Assim, a Agricultura Biológica Nacional que coloca produto na mesa dos portugueses e é até capaz de exportar (vinho; azeite; frutos secos; legumes e frutas) cresce claramente (sem qualquer apoio) da vontade dos agricultores que acreditam em produtos de alta qualidade desenvolvidos num quadro de grande responsabilidade ambiental e em respeito pela saúde humana.

Contudo, estamos otimistas, temos trabalhado (apoiados por iniciativas europeias), no sentido de alertar os nossos políticos e em particular o Governo Português para a urgência de mudar o rumo da agricultura portuguesa.

Acreditamos, que apesar dos obstáculos, vamos conseguir um quadro comunitário futuro (2023-27) mais favorável para o progresso da Agricultura Biológica Nacional.

A AGROBIO, e já neste quadro de mudança conseguiu trazer para Portugal o Congresso Europeu de Agricultura Biológica a realizar em Maio de 2021. Uma iniciativa conjunta com o IFOAM EU.

Que o Natal seja em Paz e Harmonia na companhia de alimentos biológicos.

O Ano Novo, é tempo de mudança e esperança. Que seja o concretizar, passo a passo, de um sonho: alimentos biológicos para todos, impulsionado por uma nova configuração da agricultura portuguesa em harmonia com a Nossa Casa Comum, o Planeta Terra.

* Artigo difundido na newsletter da Associação Portuguesa de Agricultura Biológica.

Publicidade, Serviços & Donativos