Aveiro: PS exige fim das descargas de esgotos para valas hidráulicas em Eixo

1916
Descarga de efluentes não tratados, Eixo (Aveiro).
Dreamweb 728×90 – Video I

Ocorreram novas descargas de uma conduta de águas residuais domésticas não tratadas (esgotos) para uma vala hidráulica que tem ligação à linha de água que passa junto ao parque da Balsa, em Eixo, concelho de Aveiro.

Confrontado com o despejo de efluentes, o PS de Aveiro exige da empresa operadora “a resolução do problema e à Câmara a não demissão das suas responsabilidades no que diz respeito a este assunto.”

“Segundos os testemunhos da população, e do presidente da Junta de Eixo e Eirol, João Morgado, para além de ser um problema recorrente, este incidente em particular já ocorre há mais de 15 dias, e já foi reportado às autoridades fiscalizadoras”, refere um comunicado hoje divulgado.

O PS dá conta de informações segundo as quais “a descarga está a ser efetuada numa vala hidráulica junto da ponte, logo após a passagem de nível na saída de Eixo no sentido Aveiro Águeda”.

Junto da ponte da Balsa a presença de esgoto é “verificável pelo odor e presença de dejetos na água”, constatando-se também já a existência de peixes mortos na área.”

A concelhia socialista alerta que “a contaminação desta linha de água tem impacte direto na fruição desta zona de lazer”, assim como “em águas que são usadas para rega nos terrenos agrícolas circundantes.”

“A entrega da exploração, por concessão, a uma empresa, responsabiliza-nos a todos, e de
maneira particular à Câmara, quer na monitorização, quer na resolução do problema, e na
ação em prol da proteção do seu património natural e da saúde da sua população”, conclui a nota de imprensa.

A Câmara, confrontada com a denúncia, esclarece, através da assessoria de imprensa, que “tem insistido” com a Águas do Centro Litoral (ADCL) “para resolver o problema”, confirmando que o mesmo “tem episódios regulares”.

A edilidade adianta que irá continuar a pressionar para a atuação da empresa que integra A Águas da Região de Aveiro (AdRA).

Por último, relembra que o sucedido “é da exclusiva responsabilidade” da ADCL, a prestadora do serviço.

Artigo relacionado

Aveiro: Câmara junta ERSUC e AdRA por causa das descargas de efluentes da UTMB

Publicidade, Serviços & Donativos