VougaPark acolhe projeto inovador da Universidade Aberta

749
Vougapark, Sever do Vouga.
Dreamweb 728×90 – Video I

Com 25 empresas instaladas, que empregam 150 pessoas, responsáveis por um volume de faturação anual superior a seis milhões de euros, o VougaPark-Centro de Inovação assinala no dia 30 de novembro os seus cinco anos de funcionamento.

No dia de aniversário, será inaugurado o Centro Local de Aprendizagem da Universidade Aberta.

“Trata-se de mais um passo na consolidação de uma maior oferta formativa para a região, aposta que a Câmara Municipal de Sever do Vouga tem defendido nos últimos anos”, refere uma nota informativa da edilidade.

O secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, estará presente na sessão comemorativa.

O Centro Local de Aprendizagem da Universidade Aberta “vem consolidar a aposta da Câmara Municipal de Sever do Vouga na componente formativa, que teve início em 2015, com a abertura da Unidade de Tecnologias da Escola Profissional de Aveiro (EPA) no VougaPark-Centro de Inovação, sendo este hoje o maior polo da EPA na Região de Aveiro.”

Assente na metodologia de ensino à distância, afirma-se como “uma inovadora opção de Ensino Superior para toda a Região de Aveiro.”

Jovens e adultos (com o 12.º ano ou que prestem provas no Acesso para Maiores de 23 anos) podem, em qualquer parte do país ou estrangeiro, valorizar a sua formação mediante os seus interesses, motivações e disponibilidade.
 
O VougaPark-Centro de Inovação funciona na antiga ‘Fábrica das Massas Vouga’, inserido numa incubadora e área de acolhimento empresarial que teve como “principal objetivo criar um ecossistema de inovação e de suporte às empresas, fomentando e promovendo o empreendedorismo.”

Espaços e serviços usados desde a fundação para “projetos diferenciadores” ligados à Metalomecânica, Agronegócio, Turismo de Natureza e Floresta lançados por novos empreendedores que ali recebem os primeiros apoios no desenvolvimento dos seus negócios e atividades.