Vale de Cambra: PSD pede atenção à “sustentabilidade financeira” das Unidades de Cuidados Continuados

1175
Unidade de Cuidados Continuados de Vale de Cambra (Foto do jornal Voz de Cambra).

Deputados eleitos pelo PSD no distrito de Aveiro foram alertados, este sábado, para “questões” relacionadas com “a sustentabilidade financeira” das Unidades de Cuidados Continuados e a necessidade de “melhorar a sua capacidade de resposta face aos novos desafios”.

Temas abordados, a pedido da concelhia local, após a visita à Unidade de Cuidados Continuados de Vale de Cambra, que é gerida pela Santa Casa da Misericórdia local.

O PSD valecambrense pretendeu dar a conhecer aos eleitos “as condições de funcionamento deste espaço, assim como, o respetivo modelo de gestão.”

A comitiva foi recebida por António de Pina Marques, provedor da Santa Casa da Misericórdia, e os responsáveis técnicos da Unidade de Cuidados Continuados.

“Espaços como este que hoje visitamos têm um papel fundamental numa sociedade cada vez mais envelhecida. São fundamentais para melhorar as condições de vida dos nossos concidadãos, de todos nós. É, portanto, fundamental que seja possível rever algumas políticas da área social e da saúde, de modo a torná-los mais eficientes, a curto e a médio prazo”, pediu Rogério Baptista, presidente do PSD de Vale de Cambra citado em nota de imprensa.

A concelhia social democrata sublinha a “qualidade ímpar do trabalho” da Santa Casa de Misericórdia de Vale de Cambra realizado “contra muitas adversidades”, dando “uma resposta cabal às diferentes necessidades” relacionadas com a gestão da Unidade de Cuidados Continuados. “Mas as dificuldades são muitas, e cabe agora ao Governo de Portugal e aos deputados na Assembleia da República, encontrar formas de ajudar este tipo de instituições a resolver de forma mais célere os vários obstáculos com que se deparam”, alerta o comunicado.

Os deputados do PSD, entre os quais esteve o cabeça-de-lista António Topa Gomes, “prometeram entusiasmo no tratamento destas questões na Assembleia da República”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780