Vagos: Reabriram os passadiços da Praia da Vagueira e do Areão

742
Passadiços, litoral de Vagos.
Smartfire 728×90 – 1

Após praticamente dois meses de encerramento, devido à pandemia de Covid-19, neste final de semana reabriram os passadiços da Praia da Vagueira e do Areão.

O momento da abertura foi antecedido pela necessária limpeza que decorreu na semana anterior e que permitiu que, este fim de semana, este espaço privilegiado do concelho de Vagos fosse usufruído pelas pessoas que aproveitaram o sol para um passeio.

Mas os passadiços das praias da Vagueira e Areão, são mais do que um local de fruição. Importa, a este propósito, destacar a perspetiva ambiental, tendo em conta a importância destas estruturas na manutenção e consolidação da duna primária.

Recorde-se que, há doze anos a esta parte, praticamente não havia duna primária.

A realização da obra dos passadiços, há dez anos atrás, foi decisiva para que esta estrutura fosse reconstruída, mantida e solidificada.

A sua limpeza, realizada ao longos destes anos, no cumprimento das regras impostas pela Administração dos Recursos Hídricos do Centro, sob a égide da Agência Portuguesa do Ambiente, é fundamental para a sua manutenção, permitindo que os cidadãos deles usufruam, e contribuindo para que a natureza seja preservada.

De resto, a construção dos passadiços foi uma das várias medidas que o Município de Vagos tem tomado no sentido de recuperar, manter e salvaguardar a duna primária e os seus ecossistemas naturais.

De salientar os vários milhões de metros cúbicos de areia que foram colocados, em três fases distintas, ao abrigo do programa Polis da Ria de Aveiro, através do qual foi cumprida a defesa do cordão dunar. Com esta ação cumpriram-se diversos objetivos:

• Potenciam-se os recursos ambientais como fator de competitividade, através da valorização das atividades económicas e associando-as à preservação dos recursos naturais;

• Protege-se e requalifica-se a zona costeira, promovendo-se e conservando-se a natureza, a biodiversidade, a renaturalização e a restruturação do património natural;

• Cumpre-se a defesa de pessoas, bens e sistemas de riscos naturais e promove-se a fruição pública da nossa costa, suportada na requalificação dos espaços balneares e do património ambiental e cultural.

Além do exposto, já se iniciou a empreitada de colocação de shots de areia, que irá ser um importante contributo na realimentação da duna primária, realizado através de um processo de sucção e de repulsão de mais de 2 milhões de metros cúbicos de areia na deriva e junto à costa.

Uma obra que há muito foi prometida (inclusive na Praia da Vagueira) pelo Ministério do Ambiente e que agora se cumpre.

O Município de Vagos, no presente como no passado, olha pelo seu património ambiental com respeito e cuidado.
Porque preservando o Ambiente se criam condições para que Vagos seja até onde todos queremos ir.

Município de Vagos

Publicidade, Serviços & Donativos