UACOOPERA pede patente provisório de tecnologia de contraste em imagiologia médica

594
Universidade de Aveiro.
Comercio 780

No âmbito de uma tese de doutoramento desenvolvida na Universidade de Aveiro (UA), a tecnologia que permite a marcação de tecidos alvo, em Tomografia Computorizada e Ressonância Magnética, foi alvo de um pedido provisório de patente nacional.

O grupo de investigação do LAQV-REQUIMTE, liderado pela investigadora Amparo Faustino, e com a participação dos investigadores, entre outros, de Maria da Graça Neves, Rui Pereira e Rúben Fernandes, em colaboração com o Instituto Politécnico do Porto, desenvolveu no Departamento de Química da UA, uma tecnologia que utiliza moléculas iodadas para marcação de tecidos alvo, em Tomografia Computorizada (TC) e Ressonância Magnética Nuclear (RMN).

Continuar para ler artigo do site UA.pt.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.