UA colabora nos testes de rastreio à Covid-19 em amostras biológicas recolhidas nos hospitais

1394
Cornavírus Covid-19.

A Universidade de Aveiro (UA) vai realizar testes de rastreio à covid-19 em amostras biológicas recolhidas nos hospitais da região de Aveiro.

Com capacidade para realizar até 200 rastreios por dia ao material biológico recolhido nos estabelecimentos de saúde e enviado para a Academia, a UA quer ajudar a região e o país na luta contra a pandemia.

Os primeiros rastreios vão começar dia 30 de março no Instituto de Biomedicina (iBiMED), uma das unidades de investigação da UA. “Estão reunidas na UA as condições ideais para ajudar a região na monitorização da covid-19”, garante Artur Silva, Vice-reitor da UA para a área da Investigação.

Condições essas, sublinha o responsável, que garantem a segurança não só dos profissionais que estarão envolvidos no rastreio como também da comunidade académica em geral, refere o site da UA (Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

Publicidade, Serviços & Donativos