Turismo industrial e literário – áreas relevantes do património cultural

836
Imagem do espólio do Museu da Chapelaria, S. João da Madeira.

Apostar no desenvolvimento do turismo industrial, aliado ao turismo literário, representa uma matéria emergente na sociedade portuguesa atual, porquanto é necessário valorizar estas duas áreas relevantes no âmbito do património cultural.

Por Ana Cláudia Salgueiro da Silva *

Com efeito, o turismo constitui uma vertente muito pertinente para o progresso do país, destacando-se também a cultura como motor de atração turística. E cultura abrange uma infinidade de contextos que, neste caso, se concretiza no estímulo concedido à indústria e à literatura, através da partilha entre passado e futuro, em que lugares e acontecimentos proporcionam novos olhares e novas experiências.

Assim, o cerne deste estudo centra-se na cidade de S. João da Madeira, na sua indústria e no museu da chapelaria e numa obra que revela o quotidiano destes operários — “Unhas Negras” — de João da Silva Correia.

Atualmente, o turismo, como movimento que permite a deslocação de pessoas e a sua permanência transitória em lugares distintos daqueles que são os seus locais de trabalho e de residência, constitui uma parcela muito relevante para a economia nacional.

O turismo contempla uma diversidade de modalidades, sucessivamente adequadas às exigências e aos perfis dos turistas que revelam mais informação e mais experiência, procurando novos produtos turísticos.

Dentre as diferentes tipologias, podemos destacar o turismo industrial e o turismo literário, os quais, oferecendo uma variante de desenvolvimento cultural, estimulam o envolvimento dos turistas com os destinos, fomentando a vivência de práticas diferenciadas.Havendo necessidade de competir num mundo cada vez mais globalizado e sendo Portugal um dos territórios mais visitados, urge diversificar a oferta turística através de uma multiplicidade de produtos e serviços, impulsionadores de descoberta e exploração dos lugares: «Mais do que compatíveis, estas duas áreas [o turismo e os valores culturais das regiões recetoras de fluxos de visitantes] estão fortemente interligadas e o seu sucesso individual depende da relação de uma com a outra» (Costa 2005: 287).

Sobrevém, deste modo, o turismo industrial que envolve a visita a empresas ativas e a património industrial histórico. Esta modalidade oferece aos visitantes a possibilidade de usufruírem de uma experiência relacionada com os produtos, os processos de produção e a história das empresas.

Aliando a motivação cultural com a preservação, a fruição e a história do património industrial, este tipo de turismo fundamenta-se no interesse dos turistas em conhecer as atividades que impulsionam o desenvolvimento económico das localidades, integrando, simultaneamente, o conjunto do património edificado nesses mesmos locais.

Por conseguinte, estas ações permitem a envolvência dos visitantes com a comunidade local e com os trabalhadores, o que valoriza, tanto os lugares através das suas iniciativas industriais, culturais e turísticas, como as suas profissões, tradições e património.É, pois, objetivo do turismo industrial divulgar as empresas e os seus processos industriais, favoráveis a um enriquecimento coletivo que propicia conhecer o passado, compreender o presente e apostar no futuro.

Quanto ao turismo literário, trata-se de uma modalidade que possibilita aos turistas visitar os cenários onde se ambientam as obras literárias, bem como percorrer os lugares que serviram de inspiração aos a-tores. Relacionando o interesse pelo património e o gosto pela literatura, os turistas literários (re)descobrem espaços, conhecem outras épocas e vivências, desvendam paisagens, memórias e tradições, sendo que[…] os textos literários tomam a forma de guias turísticos, criando e assinalando lugares a visitar e a conhecer, desenhando mapas a partir dos quais o turista/leitor pode orientar-se e realizar diversos tipos de percursos (mesmo que não tenha sido essa a intenção do autor) (Quinteiro e Baleiro 2017: 71).

* Investigadora da Universidade do Algarve, Centro de Investigação em Artes e Comunicação. Texto adaptado. Continuar para ler versão completa.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780