Tribunal suspende penas de cadeia a assaltantes, mas avisa que é a última oportunidade

928
Tribunal de Aveiro.
Comercio 780

Três homens que confessaram a autoria de um furto do interior de viatura ocorrido no parque de estacionamento de um restaurante de Anadia foram condenados, esta quarta-feira, pelo Tribunal de Aveiro, a penas de prisão suspensas com obrigações e num caso a pagamento de multa.

O dono do automóvel usado no assalto, que integrava o grupo, assumiu, também, que tinha alterado as matrículas na tentativa de não ser identificado pelas polícias no trajeto, foi condenado também por falsificação.

O arguido em causa acabou por ser condenado, em cúmulo jurídico, numa pena única de dois anos e oito meses que ficou suspensa com a obrigação de pagam cerca de 290 euros no prazo de seis meses.

Quanto aos dois cúmplices, ambos foram absolvidos de falsificação e condenados pelo envolvimento no furto qualificado. Um deles ficou com uma pena de 24 meses de cadeia, suspensa, com a condição de pagar cerca de 290 euros. Ao outro, o tribunal aplicou uma pena em pagamento de multa que totaliza 1050 euros.

Dois arguidos, já com antecedentes criminais, terão, ainda, de pagar solidariamente cerca de 870 euros. O juiz presidente alertou, de resto, para o facto de ambos, pelo cadastro em causa (condenações em crimes contra o património), beneficiaram, neste processo, muito provavelmente, da última suspensão de pena, arriscando cumprir tempo de cadeia caso sejam reincidentes.

Artigo relacionado

Venderam portátil furtado com informação sensível

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.