Tecnologias para apoiar condução rodoviária desenvolvidas a partir de Aveiro

727
Câmaras de vigilância em autoestradas.
Dreamweb 728×90 – Video I

A MicroIO, uma empresa ‘tecnológica’ com sede em Aveiro, lidera um consórcio europeu que inclui, entre outros, o Instituto de Telecomunicações, para desenvolver um sistema de monitorização meteorológica e ambiental para identificar condições rodoviárias de risco.

O projeto ‘TRUST – Transportation and Road Monitoring System for Ubiquitous Real-time Information Services’ está a ser financiado pelo Portugal 2020.

O aumento crescente de veículos em circulação tem levantado uma série de problemas que fazem com que a segurança rodoviária seja um tema de destaque das agendas políticas nacionais e internacionais, lembram os promotores.

Por um lado, impõe-se reduzir o consumo de energia ou poluição atmosférica; e, por outro, prevenir acidentes rodoviários, especialmente os que são causados pelas más condições meteorológicas, bem como congestionamentos de tráfego.

O projeto ‘TRUST’ surge para “mitigar aos efeitos nefastos e perigosos do incremento do tráfego rodoviário” através de um sistema de monitorização constante com recurso a comunicações Veiculares, ‘Internet das Coisas’, sensores, cloud computing ou big data ”

Espera-se, assim, “identificar condições de risco para a condução em infraestruturas rodoviárias” que serão equipadas com tecnologias ITS (Inteligent Transport Systems and Services) com vista à redução de acidentes.

O projeto conta com o apoio do programa COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico em Copromoção, envolvendo um investimento elegível de 722 mil euros o que resultou num incentivo FEDER de cerca de 498 mil euros.

Discurso direto

“A participação proporcionará ao consórcio português a colaboração com um conjunto de excelência de parceiros da Bélgica, Espanha, França, Roménia, Turquia e Coreia do Sul, a criação de novas ligações internacionais, a montante e a jusante da cadeia de valor, e o enriquecimento da sua experiência e know-how aplicada a áreas tecnológicas inovadoras” – Miguel Gomes, responsável do projeto TRUST.

Versão completa deste artigo em www.poci-compete2020.pt/newsletter/detalhe/NL_Proj37930_TRUST