Suspeito de assaltar máquinas de tabaco em prisão preventiva

692
Apreensão da GNR.

O homem detido pela GNR de Aveiro por suspeitas da autoria de assaltos a máquinas de tabaco vai aguardar o desenrolar do inquérito em prisão preventiva, anunciou aquela força policial em comunicado divulgado esta tarde.

O agora arguido foi presente ontem às autoridades judiciais da Comarca de Aveiro, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais pesada.

A operação do Núcleo de Investigação Criminal de Aveiro realizada na quarta-feira permitiu ainda identificou três outros indivíduos, que prestaram Termo de Identidade e Residência (TIR).

O grupo, que tem idades compreendidas entre os 28 e 32 anos, poderá ter praticado furtos a estabelecimentos comerciais na localidade de Gafanha da Nazaré.

No âmbito de uma investigação “que decorreu durante três meses” foi dado cumprimento a um mandado de detenção e realizadas cinco buscas, quatro das quais a residências dos suspeitos e uma ao veículo do detido.

A GNR dá conta da apreensão de sete telemóveis e um computador portátil, bem como artigos de vestuário e material utilizado na prática dos ilícitos, nomeadamente um pé de cabra que seria utilizado para o arrombamento dos estabelecimentos.

“Os quatro homens eram suspeitos de fazerem parte de uma célula organizada que se dedicava ao furto em estabelecimentos de restauração e bebidas, destacando-se o furto de máquinas de tabaco, nos concelhos de Vagos e Ílhavo”, refere a GNR.